Geral

Maia anuncia votação por aplicativo e defende fechar fronteiras

O presidente da Câmara também afirmou que as votações serão limitadas a temas de consenso relacionados ao impacto do coronavírus

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou na tarde desta terça-feira (17) que as votações a partir da semana que vem no plenário serão realizadas a distância, por meio de aplicativo, enquanto durar a emergência de saúde pública causada pelo coronavírus. Maia também defendeu que as fronteiras do país já deveriam ter sido fechadas.

“O Estado já deveria ter fechado as fronteiras, restringido voos internacionais, criado plano de contingência no Rio de Janeiro e em São Paulo e restringido a circulação de pessoas nesses estados. A economia já vai ser afetada de qualquer maneira (…) A redução do dano da economia deve ser garantida pelo Estado brasileiro”, disse durante entrevista coletiva.

“A gente não pode avançar muito que não seja de forma coordenada com o Poder Executivo. Vamos avançar naquilo que ajuda e não interfere na política comandada principalmente pelo ministro (da Saúde, Luiz Henrique) Mandetta”, disse Maia ao falar de medidas para votações na Câmara.

Segundo o presidente da Câmara, vão permanecer em Brasília os líderes de cada partido, ou o primeiro vice-líder, e os demais poderão votar remotamente.

A sessão desta terça-feira do plenário será realizada normalmente, com votações por acordo. Serão votados o projeto que autoriza os gestores a utilizar saldos de ações em saúde para o combate à pandemia de coronavírus (PLP 232/19) e outro projeto que proíbe a exportação de equipamentos e insumos de saúde relacionados ao Covid-19.

Segundo Maia, na semana que vem, de preferência também serão votados projetos relacionados ao coronavírus, mas outras propostas que tenham prioridade também poderão ser colocadas em pauta.

Nesta semana, foi divulgado que o deputado Cezinha de Madureira (PSD-SP) testou positivo para o vírus. O senador Nelsinho Trad também está com a doença. Ele integrou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro na viagem aos Estados Unidos.

 

FONTE: R7, com Agência Câmara

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com