Raupp versus Confúcio: O doce dia da vingança – Por Gomes Oliveira

Escrito por
Atualizado: julho 9, 2018

Está acontecendo uma briga de foice no escuro dentro do MDB de Rondônia, (Raupp versus Confúcio Moura)  que se fosse escrever os bastidores dessa disputa daria um livro de duzentas folhas, o pano de fundo dos pelejantes é conseguir o maldito foro privilegiado e assim escapar das garras do judiciário e consequentemente escapar de futuras condenações que pode resultar em cadeia para os brigantes.

O senador Valdir Raupp ao que tudo indica vai dar um “capote” no ex governador Confúcio Moura, e vai impedir a homologação do nome do ex governador para concorrer a uma vaga de senador  e vai pedir para que  os convencionais não homologarem a candidatura de Moura ao senado da republica nas convenções do MDB marcada para o início de agosto.

A convenção do MDB é composta pelos convencionais (membros do diretório Regional, delegados à convenção estadual , deputados federais e estaduais (que acumulam o voto), o líder da bancada na ALE também  acumula o voto), e nesse colégio eleitoral o poder de Confúcio é praticamente nulo, se for pro voto o ex governador está fora da disputa ao senado da república.

Os emedebistas históricos de Rondônia, que são convencionais, sempre  foram tratados a pão e água no governo Confúcio, exceto os emedebistas da republica de Ariquemes que passeavam livre, leve e solto no governo do ex prefeito de Ariquemes, alguns chegando inclusive a acumular cargos, enquanto emedebistas convencionais  eram relegados a segundo plano, inclusive alguns foram humilhados na gestão do ex governador, pode isso Arnaldo? . Chegou a hora de dar o troco, o doce dia da vingança será na convenção.

Inclusive, Raupp já começou a trocar vários diretórios municipais na região da grande Ariquemes e no interior do Estado, todas pessoas ligadas a Confúcio, por homens de sua confiança,  seus aliados.

Segundo informações, se quiser ser candidato as eleições, só sobraria para Confúcio Moura a vaga de deputado federal, ai o caldo engrossa, pois sua irmã Claudia  Moura que  já está com seu bloco na rua fazendo campanha para deputada federal ficaria sem a vaga, sem falar que também  a deputada federal Marinha Raupp e o deputado federal  Lucio Mosquini,( esse também encalacrado no judiciário)  não veem com bons olhos a candidatura de Confúcio Moura a deputado federal.

Em uma visita a folha Rondoniense no  segundo semestre de 2017, o  senador Raupp afirmou categoricamente que Confúcio não seria candidato a nada, e que continuaria como governador, pois ele tinha compromisso com ele, como o ex governador de um  capote no senador Raupp, está na hora da onça beber agua, e Raupp vai dar o troco a altura para Confúcio Moura.

Confúcio, suas irmãs e cunhado, torcem, rezam, fazem oferendas para todos os santos para o que o Supremo Tribunal federal julgue positivamente a ação em desfavor do senador Raupp, com sua consequentemente condenação e assim o enquadre na lei da ficha limpa, rifando sua candidatura.

É cobra engolindo cobra, em jogo o poderoso mandato de senador da República, e consequentemente a obtenção do maldito foro privilegiado. Em convenção partidária quem dá as cartas é quem tem o comando do partido, os votos dos convencionais, e todas essas cartas estão  nas mãos de Raupp. Confúcio é um Homem Ardiloso, sangue frio, sabe jogar como ninguém o jogo da política, mas pelo andar da carruagem tem tudo para ficar de fora da disputa para o senado, pois o MDB não lançará em hipótese alguma dois candidatos ao senado.

Agora é necessário saber como o eleitor vai se comportar com esses dois personagens, pois se foi o tempo em que esses dois senhores era  dono absoluto da vontade dos eleitores, e podem os dois naufragarem em suas pretensões.

 quem viver verá.

Autor Jornalista Gomes Oliveira

Reg. Prof. 1272/RO

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.