Teia Digital

Vice-Presidente Mourão visitou Porto Velho e ouviu propostas para a Amazônia – Por Sílvio Persivo

E nunca é suficiente. “Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre” (Paulo Freire). 

PRESIDENTE EM EXERCÍCIO VISITOU PORTO VELHO E OUVIU PROPOSTAS PARA A AMAZÔNIA 

As ações e projetos de proteção, preservação e desenvolvimento da Amazônia foram o tema da reunião mantida entre o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e o presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão. O encontro, na tarde de terça-feira (10), no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho, serviu para destacar as medidas e propostas que serão debatidas pelo Conselho Nacional da Amazônia, agendado para o dia 25 deste mês, visando discutir as ações apresentadas pelos governos que integram a Amazônia Legal. Coordenado pelo próprio general Mourão, o Conselho Nacional da Amazônia foi criado para definir medidas de proteção ambiental, segurança contra invasões de áreas de preservação e extração ilegal.  Rondônia foi mais um dos Estados visitados pelo vice-presidente do Brasil que, ainda no fim da tarde de terça-feira, seguiu para o vizinho estado do Acre. Dos nove estados que integram a Amazônia Legal, o general Mourão já esteve em Roraima, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Amapá, Maranhão, Rondônia, e, agora, seguindo para o Acre. A visita a Tocantins ainda será agendada. No Palácio Rio Madeira, o presidente em exercício participou de uma reunião técnica na qual assistiu a uma apresentação institucional para que pudesse conhecer o planejamento elaborado pelo governo do Estado, definindo propostas para a Amazônia Rondoniense, com ênfase na defesa de importantes pilares que vão desde a conservação, proteção e desenvolvimento ambiental, ao ordenamento e regularização fundiária, bem como prevenção e combate aos incêndios florestais.

GRANDES PROJETOS DE MINERAÇÃO E AGENDA NEOLIBERAL 

O Departamento de Geografia (DGEO), o Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGG) e o Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional em Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça (DHJUS) da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), promovem o Seminário “Grandes Projetos, Mineração e a agenda Neoliberal para os territórios dos povos amazônicos”.  O evento será no dia 12 de março, das 14h às 18h, no auditório Professor Milton Santos, no Campus José Ribeiro Filho, em Porto Velho, com objetivo de analisar a agenda neoliberal para a Amazônia, que, segundo os organizadores, tende a produzir desterritorializações dos povos e comunidades tradicionais, expandir os impactos ambientais nas Áreas Protegidas, ampliar a cartografia dos conflitos socioterritoriais na região e fragilizar os direitos territoriais e humanos dos povos amazônicos. Participam da mesa de diálogo os professores Alfredo Wagner Berno de Almeida (Antropólogo – UEMA/UEA), Benjamin Alvino de Mesquita (Economista – UFMA), Ricardo Gilson da Costa Silva (Geógrafo – UNIR), os ativistas sociais João Marcos Dutra (MAB) e Valdenilda Massaca Karitiana (Indígena). Para realizar a inscrição, basta acessar o link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdgaxzU8PHsFKgH6drJdmbGP_7EX432KC7gw_IiTq27rSKOIg/viewform. Ao público presente será entregue certificado de participação.

POSSE NA ARL 

Recebi, do amigo Rosinaldo Machado, grande fotografo de nosso Estado, convite para participar da sua posse solene na Cadeira nº 12 da Academia Rondoniense de Letras, Ciências e Artes-ARL, inclusive com outras personalidades como Marco Antonio Faria, Silvio Santos, Ernesto Melo, Berenice Tourinho, Aleks Palitot, Antonio Serpa do Amaral Filho e Chicão Santos, entre outros. A posse solene acontece no dia 14 de março (sábado), às 19:30h,  no Teatro Guaporé (Rua Tabajara, 148-Olaria). Agradeço muito o honroso convite para prestigiar a posse dos novos imortais. 

TURISMO NO AMAZONAS TEVE RECEITA DE R$ 2,2 BILHÕES EM 2019

Segundo o ICV-Tur, pesquisa da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) e do Cielo, o setor de turismo do Amazonas registrou um faturamento real de R$ 2,2 bilhões em 2019. Restaurantes e similares responderam pela maior parte do bolo (R$ 1,2 bilhão), seguidos pelos subsetores de transporte de passageiros (R$ 900 milhões) e de cultura e lazer (R$ 100 milhões).  Em relação aos empregos com carteira assinada do setor, o Estado encerrou o ano com um saldo positivo de 517 vagas, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). O número ficou abaixo, no entanto, do quantitativo apresentado nos 12 meses de 2018 (+637), tendo sido impactado negativamente pelo corte de postos de trabalho apresentado na passagem de novembro para dezembro (-296). Em nível nacional, o índice que mede o faturamento real das empresas subiu 2,2% em 2019 sobre 2018, totalizando R$ 238,6 bilhões. As contratações de pessoal subiram pela segunda vez consecutiva e em uma dimensão bem maior do que em 2018. Ano passado, foram criados 35.692 novos postos de trabalho, configurando uma taxa de 163,6% em relação às vagas de 2018.

INFLAÇÃO DE FEVEREIRO FOI DE 0,25%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que serve como inflação oficial, ficou em 0,25%, em fevereiro. O resultado foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) como o menor registrado para o mês de fevereiro desde 2000. No acumulado dos primeiros dois meses de 2020, o IPCA soma uma alta de 0,46%. E, nos últimos 12 meses, o índice  acumula 4,01%. O grupo educação foi o responsável por puxar para cima o IPCA de fevereiro, com uma variação de 3,7%. Em seguida, veio saúde e cuidados pessoais, com 0,73% e alimentos e bebidas, com uma variação de 0,11%. A maior queda de preços ficou por conta do grupo vestuário, com 0,73% negativos. Seguido de habitação, com uma queda de 0,39%. O IPCA é medido nas famílias, com renda de 1 a 40 salários mínimos, em dez regiões metropolitanas (Fortaleza, Belo Horizonte, Recife, Vitória, São Paulo, Belém, Salvador, Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro), em Brasília, e nos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís e Aracaju. A notícia é proveniente da Agência Brasil. 

AUTOR: SÍLVIO PERSIVO –  COLUNA TEIA DIGITAL

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com