Teia Digital

Todos os municípios de Rondônia receberam cloroquina para tratamento precoce do Covid-19 – Por Sílvio Persivo

Eu não conheço nenhum. “Estou para conhecer um escritor que não seja hiponcondríaco” (Henry Louis Mencken). 

TODOS OS MUNICÍPIOS DE RONDÔNIA RECEBERAM CLOROQUINA PARA TRATAMENTO PRECOCE DO COVID-19

Em atendimento as orientações do Ministério da Saúde (MS), o governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), já encaminhou para os 52 municípios o medicamento de tratamento da Covid-19. A Secretária de Saúde  distribuiu a Cloroquina 150mg, através das regionais de saúde. A escolha do melhor tratamento para a doença pode variar de acordo com os sinais e sintomas e a fase em que o paciente se encontra. Tanto a Cloroquina como a Azitromicina já eram indicados para casos graves, hospitalizados. O MS divulgou que, em 20 de maio, o protocolo de orientações para ampliar o acesso de pacientes com Covid-19 ao tratamento medicamentoso precoce, ou seja, nos primeiros dias de sintomas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

CÂMARA APROVA MP QUE REDUZ RECURSOS DO SISTEMA S 

A Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória 932/20, que reduz as alíquotas de contribuições das empresas para financiar o Sistema S. Agora a matéria será enviada ao Senado. A MP determinava um corte de 50% nas contribuições nos meses de abril, maio e junho, mas o projeto de lei de conversão aprovado restringe o corte aos meses de abril e maio, mantendo as contribuições no valor cheio em junho. Esta proposta foi feita de acordo com as bancadas no parlamento e foi aceita pelo Governo. Segundo o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia e vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio-CNC, Raniery Coelho, “A votação da MP nº 932 com o texto acordado, que retira o corte do mês de junho, embora não sendo ideal, é muito importante para a garantia dos serviços prestados a sociedade pelo Sistema S”. Raniery, como os demais dirigentes empresariais, pretendia que a medida não se cortasse os recursos por afetar a manutenção dos serviços prestados pelos SESC e SENAC, no sistema do comércio. 

DESPERDÍCIO DE ÁGUA NO BRASIL É DE 40%

Segundo o Sistema de Informações sobre Saneamento do Governo Federal (SIS), em 2018, cerca de 40% de toda a água potável distribuída no País foi desperdiçada. No desperdício estão inclusos problemas como vazamentos, roubos e problemas em hidrômetros. Isto significa que, de cada 100 litros de água potável, 40 não chegam corretamente às pessoas. Esta perda equivale a 6,5 bilhões de m³ ou 7,1 mil piscinas olímpicas por dia. O prejuízo anual é de R$12 bilhões, ou seja, se desperdiça o mesmo valor investido anualmente em saneamento no Brasil. O Instituto Trata Brasil estima que, para que o Brasil se iguale aos países desenvolvidos seria preciso investir cerca de R$40 bilhões em infraestrutura básica. De acordo com a mesma fonte, o Brasil possui mais 35 milhões de pessoas sem acesso à água potável, um recurso básico para a higienização em especial na crise do covid-19. Aqui, em Porto Velho, o desperdício de água é enorme. Vez por outra, aliás, se observa vazamentos de água em plena a rua, por canos furados, afora o desperdício da água pela população por falta de conhecimento e de educação. 

COMPARTILHAMENTO DE VOOS DA LATAM E AZUL 

Foi anunciado um acordo de codeshare- compartilhamento de voos- entre a LATAM Airlines e a Azul Linhas Aéreas, com o objetivo de conectar rotas de suas redes no Brasil. O codeshare inicial prevê rotas domésticas complementares para os aeroportos de Brasília (BSB), Belo Horizonte (CNF), Recife (REC), Porto-Alegre (POA), Campinas (VCP), Curitiba (CWB) e São Paulo (GRU). Na prática, LATAM e Azul, agora, oferecem  q acesso a mais ampla rede aérea da história do país. As duas empresas também assinaram parceria para seus Programas de Passageiros Frequentes, que possibilitará aos clientes acumular pontos no Latam Pass ou no Tudo Azul, conforme a escolha ou melhor conveniência, dentro das regras vigentes em cada um dos planos de fidelização. Não tenham dúvidas que este é um resultado direto da crise do novo coronavírus. 

OS EFEITOS DO COVID-19 NO MERCADO DE TELECOMUNICAÇÕES

Se há um setor que cresceu de importância com a da pandemia da Covid-19, com um aumento significativo no tráfego de dados, foi o mercado de telecomunicações na América Latina, que será de US$ 4,3 bilhões, ou R$ 25 bilhões, em 2020, muito afetado por conta das renegociações de contratos entre as empresas e do adiamento de projetos relevantes como os leilões para o 5G em diversos países da região, de acordo com projeções da consultoria IDC. No Brasil, a previsão do crescimento anual do mercado de serviços de telecomunicações caiu dos 3% inicialmente projetados para o ano para pouco mais que 1% – a expectativa para 2021 passou de 4% para 2% e para 2022, de 6% para pouco mais que 4%. Mas, se mostrou essencial tendo em vista que a banda larga se tornou fonte de entretenimento familiar, de estudos e desempenhou forte papel no regime de “home office”, bem como os smartphones foram a única oportunidade de interface digital, até mesmo para receber os auxílios do governo, no isolamento. O cenário pós-Covid-19 se desenha promissor  com a manutenção de serviços como o teletrabalho e da computação em nuvem, entre outros. As empresas tiveram que se digitalizar e atender via digital para que seus negócios sobrevivessem à pandemia e, muitas das atividades desenvolvidas de forma forçada, não terão volta. Este é um campo fértil de oportunidades para às prestadoras de serviços de telecomunicações. A  IDC estima que 39% das empresas no mundo projetam investir mais no mercado de telecom em 2020, mesmo com o impacto da pandemia. Já 25% afirmam que a Covid-19 não causará impacto nos investimentos e 36% devem reduzi-los. Na América Latina, 35% das empresas vão investir mais com a pandemia, 22% acreditam que não haverá impacto em seus investimentos e 43% devem reduzir os gastos em telecomunicações. As informações são da Agência Telebrasil. 

AUTOR: SÍLVIO PERSIVO –  COLUNA TEIA DIGITAL

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com