Previsão de crescimento aumenta um pouco com queda da inflação – Por Sílvio Persivo

Escrito por
Atualizado: agosto 19, 2019

Orgulho e graça. “As estrelas estariam tão orgulhosas que seus átomos criaram alguém como tu” (Ron Israel). 

GUIA DE TURISMO PRETENDE DAR MAIS VISIBILIDADE ÀS ATRAÇÕES TURISTÍCAS 

A Superintendência Estadual do Turismo (Setur) vai cadastrar, a partir deste mês e todo o mês de setembro, estabelecimentos comerciais de Rondônia do segmento turístico (empresa de transporte aéreo, fluvial e terrestre, pousada, hotel, resorts, restaurantes, lanchonetes e similares) voltados ao turismo cultural, turismo de aventura, turismo de pesca e turismo ecológico, em um único local. Com esta atividade é esperado que pontos turísticos dos 52 municípios tenham mais visibilidade e espera-se, com este trabalho, atrair mais turistas não só do Brasil, mas de todo o mundo. O guia de turismo, que vai dar divulgação para todos os pontos turísticos em Rondônia, foi desenvolvido pela Superintendência do Estado para Resultados (EpR) e entregue na última semana. Em parceria, a EpR e Setur diagnosticaram que, no estado, não existia um local onde houvesse todas as informações sobre o turismo de forma concentrada, surgindo, em razão disso, a necessidade do desenvolvimento dessa forma de guia online de turismo. Para estar apto a esse novo guia, os estabelecimentos devem se cadastrar no Cadastur, sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam na cadeia produtiva do turismo, executado pelo Ministério do Turismo em parceria com os Órgãos Oficiais de Turismo das Unidades da Federação.

UNIR SOCIEDADE: MOSTRA DE CURSOS 

A Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), por meio da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Assuntos Estudantis (PROCEA), está lançando o Programa UNIR SOCIEDADE: Mostra de Cursos que acontecerá entre os dias 26 e 29 de agosto no Campus José Ribeiro Filho, em Porto Velho. O evento, que será realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Educação de Rondônia, tem como objetivo aproximar a Universidade da população do Estado e apresentar a diversidade de cursos de graduação e pós-graduação ofertados, os laboratórios científicos e parte de sua produção acadêmica.  A UNIR, em Porto Velho, é composta por cinco Núcleos Acadêmicos que somados ofertam mais de 30 opções de cursos presenciais e na modalidade de Ensino a Distância, voltados para a formação profissional associada ao compromisso social. São eles, Núcleo de Ciências Sociais Aplicadas (NUCSA); Núcleo de Saúde (NUSAU); Núcleo de Ciências Humanas (NCH); Núcleo de Tecnologia (NT) e Núcleo de Ciências Exatas e da Terra (NCET), que por meio de seus docentes, discentes e técnicos prepararam, além dos stands dos cursos, diversas atrações lúdicas, palestras, shows, oficinas, visitas mediadas, propostas de interatividade, sorteios, entre outras atividades, para que os visitantes possam conhecer melhor a UNIR. Maiores informações podem ser obtidas no site da UNIR: https://www.unir.br/index.php?pag=noticias&id=27283

FÓRUM DE INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE DE RONDÔNIA 

O 1º Fórum de Inovação e Competitividade de Rondônia (Meetup.RO) acontece a partir de amanhã (20) e se estende por mais um dia (21),  em Porto Velho, no auditório da Faculdade Sapiens (Rua Paulo Freire, 4767, bairro Flodoaldo Pontes Pinto). Organizado pela Superintendência de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), o evento tem como principal objetivo  elevar o ranking de inovação do estado, que hoje está 14º lugar, segundo levantamento do Centro de Liderança Pública (Clp). Durante os dois dias os participantes estarão imersos em conteúdos referentes a tecnologias de inovação, desenvolvimento regional e aos contextos digital e econômico existentes em Rondônia.

VAZIO SANITÁRIO DA SOJA 

A Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) divulgando que falta menos de um mês para o fim do período conhecido como vazio sanitário da soja, época em que o cultivo desta cultura fica proibido, para evitar a proliferação da ferrugem asiática, doença que pode causar grandes prejuízos à lavoura. Com o término do vazio e início do plantio da nova safra, começa, também, a obrigatoriedade de o produtor cadastrar as áreas de soja para a safra 2019/2020, na Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron). O cadastro é uma ferramenta muito importante para ações de defesa vegetal em Rondônia e pode ser feito nas unidades de atendimento da Agência ou pelo site da Idaron até 30 de dezembro. Na safra 2018/2019, foram cadastradas 1370 áreas produtoras de soja, mais de 300 mil hectares. A obrigatoriedade do cadastro é prevista na Instrução Normativa 001/2013. Se o produtor não cadastrar a área a ser plantada, ele pode sofrer sanções e penalidades previstas em lei. O vazio sanitário é uma medida técnica implantada para conter o avanço da ferrugem asiática nas lavouras, por um período de 90 dias. É uma medida significativa para manter uma produção sadia e com boa produtividade.

GÁS DO AMAZONAS VAI SUPRIR RORAÍMA 

A Eneva, empresa brasileira com participação de capital alemão, que detém o direito de explorar o campo de gás natural Azulão, no Amazonas, pretende que as atividades de instalação dos equipamentos necessários para operação comecem no mês de outubro. O gás produzido vai ser usado para gerar energia em Roraima, hoje dependente da Venezuela. Existe ainda a possibilidade de ser disponibilizado para empresas que pretendem se instalar na região. O grupo também é um das vencedores do leilão para o suprimento de energia elétrica da capital Boa Vista e demais regiões de Roraima. 

PREVISÃO DE CRESCIMENTO AUMENTA UM POUCO COM QUEDA DA INFLAÇÃO

O boletim Focus, pesquisa semanal do Banco Central (BC), aumentou a previsão de expansão do Produto Interno Bruto (PIB),  a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, de 0,81% para 0,83% neste ano. Também a previsão para 2020 subiu, ao passar de 2,1% para 2,2%. Para 2021 e 2022 permanecem as mesmas estimativas: 2,5%. Já a estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 3,76% para 3,71%. Não houve alteração nas estimativas para os anos seguintes: 3,90%, em 2020, 3,75%, em 2021, e 3,5%, em 2022. A meta de inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é 4,25% em 2019, 4% em 2020, 3,75% em 2021 e 3,5% em 2022, com intervalo de tolerância de 1,5% para cima ou para baixo.

AUTOR: SÍLVIO PERSIVO –  COLUNISTA TEIA DIGITAL –  JORNALISTA, PROFESSOR E ECONOMISTA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.