Prefeitura de Porto Velho vai melhorar a Avenida Carlos Gomes – Por Silvio Persivo

Escrito por
Atualizado: outubro 18, 2019

É sempre melhor ser capaz de pensar assim. “O sofrimento é o intervalo entre duas felicidades” (Vinícius de Moraes). 

PRFEITURA VAI MELHORAR A AVENIDA CARLOS GOMES

A Prefeitura de Porto Velho, através da Agência de Desenvolvimento, realizou uma reunião, no auditório do Prédio do Relógio (Sede do executivo), para apresentar o projeto de melhoramento da avenida Carlos Gomes, localizada na região central, que receberá uma série de melhorias e aperfeiçoamentos que darão maior possibilidade locomoção aos pedestres e clientes do comércio. Segundo o diretor técnico da Agência de Desenvolvimento, Armando Moreira, este projeto “Ruas Completas”,  “Atendendo o pedido dos comerciantes, e enxergando a possibilidade de melhorias na avenida, estamos apresentando este projeto modelo intitulado Ruas Completas, que já foi implantado em outras capitais e que faz com que haja um fluxo maior de pedestres e o acesso maior da população ao comércio. Essa reunião tem o objetivo de dialogar e apresentar propostas aos comerciantes e empresários”. Participaram da reunião o presidente em exercício da Fecomércio Gladstone Frota e o conselheiro Antônio Ribeiro, a presidente  da CDL, Joana Joanora das Neves, o vice-presidente e muitos empresários do comércio do centro de Porto Velho. 

PROGRAMA INVESTE RONDÔNIA 

O Programa Investe Turismo, fruto de um convênio entre o Sebrae Nacional, o Ministério do Turismo e a Embratur, prevê ações para o fortalecimento do Turismo em todo o país, por meio de quatro eixos estruturantes, a saber: fortalecimento da governança, promoção do destino, melhoria dos serviços turísticos e atração de investimentos. Em Rondônia, o  Sebrae lança o projeto Investe Turismo Rondônia, com as parcerias do Governo de Rondônia (Setur), Fecomércio (Conetur) e as prefeituras de Porto velho e Guajará-Mirim, regiões definidas pelo MTur para a execução das ações. A iniciativa deve preencher diversas lacunas que o trade turístico necessita para avançar e consolidar o Turismo como vetor de desenvolvimento regional.  O lançamento do projeto será realizado na próxima segunda (21), a partir das 8h, no Teatro Guaporé, com a presença do Secretário Nacional do MTur, da Embratur, do Governador de Rondônia, representantes do Sebrae Nacional e diversas autoridades. Sintam-se convidados.

II ENCONTRO ESTADUAL DE TURISMO

O Governo de Rondônia por meio da Superintendência de Turismo -SETUR-RO, vai realizar nos dias 23 (quarta-feira), 24 (quinta-feira) e 25 (sexta-feira) o “Segundo Encontro com os Prefeitos, Secretários e Empresários do Trade Turístico”, de todas as cidades do Estado. O segundo Encontro marcará o início das atividades de mobilização e sensibilização dos gestores municipais, com a realização de oficinas e palestras, explicando as mudanças sobre o remapeamento 2019 e ações da SETUR. Atualmente 25 municípios rondonienses compõem o Mapa do Turismo Brasileiro, outros municípios poderão pleitear sua inclusão no Mapa do Turismo Brasileiro 2022-2024.  Para a Coordenadoria de Turismo Estadual, o Mapa do Turismo é fundamental para o desenvolvimento das políticas públicas para o setor. O evento terá a participação do MTur, SEBRAE, ABRASEL, Secretarias Estaduais, FECOMERCIO, SENAC e demais parceiros. Maiores informações pelo fone: 69 3212-9940.

SOBE EM SETEMBRO O CUSTO DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO AMAZONAS

O INCC (Índice Nacional de Construção Civil) do Amazonas disparou em setembro. O indicador escalou 3,3% e bateu em 3,5%, bem acima do patamar anterior (+0,23%). O valor do metro quadrado saltou de R$ 1.102,38 (agosto) para R$ 1.141,35 (setembro) – R$ 631,69 relativos a materiais e R$ 509,66 oriundos da mão-de-obra. Diferente dos meses anteriores, o passivo da força de trabalho (3,14%) também avançou, em razão do reajuste dos trabalhadores na sua data-base, porém, os insumos (3,86%) foram os maiores responsáveis pelo acréscimo global. Os dados são da mais recente pesquisa do IBGE/ Sinapi (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil). A variação anual foi para 5,27%, significando crescimento em relação ao registrado no mês anterior (+1,67%). No acumulado dos últimos 12 meses, por outro lado, o índice ficou em 6,47%, abaixo do apresentado em agosto (5,53%). Considerado o IPCA acumulado em setembro (2,49%), verifica-se que o aumento no custo no Amazonas (5,27%) ficou acima do dobro da inflação.

O CAMINHAR DA CARROÇA 

Os antibolsonaros se iludem. A ferrenha campanha que fazem invés de prejudicar ajuda o presidente atual. Basta ver que, em pesquisa mais recente feita pela  XP Investimentos em parceria com o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), 46% da população esperam um governo “ótimo” ou “bom” até o fim do mandato. Contra 31% de pessimistas. Por incrível que possa parecer, para os antis, a avaliação do governo melhorou um pouco: os entrevistados que consideram a administração “boa” ou “ótima” foi de 30% para 33% em relação a setembro. E A desaprovação a Bolsonaro caiu de 41% a 38%. Manteve-se a avaliação de “regular” em 27%. Ou seja, apesar dele mesmo (que fala muita coisa que não devia), o governo avança e as perspectivas melhoram, principalmente, no aspecto econômico. E isto faz com que Jair Bolsonaro se mantenha forte. Inclusive, em pesquisas mais recentes, Lula, mesmo na cadeia, permanece sendo quem daria mais trabalho para uma reeleição, mas, mesmo assim, seria derrotado por uma margem de 8%. Assim, fica claro que Bolsonaro não tem a mesmo aprovação do início do seu governo, mas, com possui força suficiente para se reeleger sem muito susto até onde se pode ver. 

 

AUTOR: SÍLVIO PERSIVO –  COLUNISTA TEIA DIGITAL

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.