Teia Digital

MPES optantes do Simples Nacional são beneficiadas com descontos e parcelamento – Por Sílvio Persivo

Não há uma solução geral.  “O sapato que se ajusta a um homem aperta o outro; não há nada para a vida que funcione em todos os casos” (Carl Jung). 

    

DIA INTERNACIONAL DA CERVEJA 

Com a pandemia ela tem se tornado mais íntima de casa, abandonando os bares, mas, mesmo assim continua a ser a bebida preferida dos brasileiros e dos rondonienses, em especial com o calor que anda fazendo, logo, é imprescindível, hoje, Dia Internacional da Cerveja, comemorado sempre na primeira sexta-feira de agosto, levantar um brinde e saborear a famosa “loura”. Aliás, o Buraco do Candiru, respeitando os limites da lei, oferece as melhores marcas e também está homenageando e promovendo a união dos amigos e confrades bebedores de cerveja para comemorar condignamente a data. 

EIA/ RIMA DO TRECHO DO MEIO FOI ENTREGUE AO IBAMA

Nesta semana, o DNIT (Departamento de Infraestrutura de Transportes) entregou ao IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), o EIA/Rima (Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental) do “trecho do meio” da rodovia BR-319. É um passo significativo para que, finalmente, se possa ter a reabertura esperada por Rondônia e Amazonas há 20 anos. A oficialização da entrega foi feita pelo Aviso 8055973, publicado no “Diário Oficial da União”. O processo de licença ambiental para a rodovia se arrasta desde meados dos anos 2000, emperrando a pavimentação do trecho entre os quilômetros 250 e 655–o trecho do meio. Com investimento de R$ 220 milhões, a intervenção contemplará a recuperação das áreas degradadas que estão às margens da rodovia. No anúncio, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, revelou-se otimista com o andamento da obra afirmando que o Ibama tem se mostrado mais aberto ao diálogo.

DEU O RESULTADO ESPERADO 

Na consulta à comunidade da UNIR, na última quinta-feira (6) não  houve muitas surpresas. Como se previa, e as manifestações de apoio apontavam, a 

professora Marcele Regina foi a mais votada e, em segundo lugar,  o ex-vice-reitor Marcelo Vergotti. O terceiro nome mais votado foi o do professor Delson Fernando, do curso de Direito. Embora bons nomes, os professores Santini e Ferrari  não tinham a mesma visibilidade interna que os mais votados.  

EXPECTATIVA DO DIA DOS PAIS É CAUTELOSA 

Com a crise do Covid-19, mais o endividamento das famílias, bem como o fato de que a maior abertura do comércio o movimento ainda tem sido fraco, o otimismo dos empresários do comércio, em Rondônia, tem sido muito moderado. Ainda esperam um crescimento de cerca de 10% das vendas, porém, esperam uma data com presentes de menor valor agregado ou em menor quantidade. As datas comemorativas são importantes para o comércio, porém, a crise provocada pelo vírus, com o isolamento, um forte  desaquecimento econômico, desemprego e muitas incertezas sobre o futuro. Também, com o caixa baixo, os varejistas estão procurando analisar bem o comportamento dos clientes, identificar os produtos que não podem faltar no estoque e investindo apenas nos que vendem mais. Mesmo com a reabertura há uma lenta recomposição dos estoques. Para muitos deles a forma cautelosa das compras pelos consumidores e o auxílio emergencial do governo ter  tido algumas modificações no calendário e não contemplado todos os necessitados estão impactando as vendas do Dia dos Pais. 

DIA DOS PAIS DEVE TER PRESENTES COM MENOR VALOR 

Uma pesquisa da  Associação Brasileiras de Lojistas de Shopping (Alshop), feita entre os dias 27 de julho e 3 de agosto, com 5.200 consumidores, sobre o próximo Dia dos Pais mostra que 81% dos entrevistados pretendem fazer compras e 19% não. O tíquete médio dos consumidores teve uma queda entre 36% dos consultados de R$ 160,00, que pretendiam gastar em 2019, para um valor que varia entre R$ 51 e R$ 100,00. Outros 14% relatam a pretensão de gastar de R$ 101 a R$ 150,00, já 14% vão comprar algo entre R$ 151 e R$ 200,00 e somente 13% afirmaram que vão gastar mais do que R$ 201,00. A compra via plataformas virtuais é a preferência de  46% dos entrevistados, 12% devem procurar lojas de rua e 19% preferem lojas de shopping. Vestuário, com 44%, é o produto mais procurado, seguido de 12% com perfumes ou cosméticos e 10% anotaram a preferência por calçados. Apenas 8% um presente eletrônico.  Sobre meios de pagamento, 42% dos entrevistados vão comprar presente com cartão de crédito parcelado ou carnê da loja e 39% à vista ou com cartão de débito.

MPES OPTANTES DO SIMPLES SÃO BENEFICIADAS COM DESCONTOS E PARCELAMENTO 

As MPEs (Micros e Pequenas Empresas), optantes do Simples Nacional, que possuem dívidas com a Receita Federal já podem negociar os débitos com descontos de até 70% referentes ao valor dos juros, multas e encargos, além de poder parcelar os débitos em até 145 meses. Foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, na última quarta-feira (5), o Projeto de Lei Complementar 009/2020 – a ‘Lei do Contribuinte Legal’, de autoria do deputado federal, Marco Bertaiolli , que prevê o benefício para as empresas do Simples. A norma já foi publicada no “Diário Oficial da União” sob o número 174, com data de 5 de agosto de 2020.

PANDEMIA VALORIZA AÇÕES DA APPLE 

A força da multinacionais fica patente com a Apple, maior empresa de capital aberto do mundo, ultrapassando o valor de US$ 1,88 trilhão em valor de mercado. Em comparação, por exemplo, com  o Produto Interno Bruto do País foi de US$ 1,84 trilhão em 2019, o nono no ranking internacional, segundo o Banco Mundial, é maior. E, cada vez mais, com a crise e o bom momento das empresas do setor de tecnologia deve ficar maior ainda e, em breve, chegar aos US$ 2 trilhões em valor de mercado. 

AUTOR: SÍLVIO PERSIVO –  COLUNA TEIA DIGITAL

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Folha Rondoniense

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com