Lei que proíbe a queima de pneus foi sancionada em Rondônia – Por Sílvio Persivo

Escrito por
Atualizado: novembro 18, 2019

Um erro tão comum e sempre cometido. “O único item de valor na vida é o tempo que você passa com quem ama” (Marcos Piangers). 

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS GERENCIAIS 

A palestra “Desenvolvimento de Competências Gerenciais para Gestores e Empreendedores” acontece na quinta-feira (21), às 19h, no auditório da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), no Centro de Porto Velho. O evento é realizado pela UNIR e pelo Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) com o objetivo principal de despertar, no público alvo, a identificação do perfil adequado para o tipo de negócio.  As inscrições para o evento já estão abertas (limitadas a 88 vagas) e podem ser feitas pelo link https://www.sympla.com.br/desenvolvimento-de-competencias-gerenciais-para-gestores-e-empreendedores__718630.  

EXPORTAÇÕES DE CARNE BOVINA SÃO MAIS DE 10% MAIORES EM 2019 NO ESTADO DE RONDÔNIA 

No acumulado das exportações de carne bovina, Rondônia, até o último mês de outubro deste ano, tem um volume exportado, no período de janeiro a outubro, superior em 10,29% ao ano passado, alcançando mais de 137.399 toneladas. Os dados são do Sistema do comércio exterior brasileiro (Comex Stat) do Ministério da Economia. A categoria com destaque na pauta de exportação foi a carne bovina, congelada, com 32,20% no período. Os dados mostram que a carne desossada de bovino fresca ou refrigerada teve um recuo de -3,92%, quando comparada ao período de 2018. Enquanto que todo complexo de exportação da carne, miudezas, entre outras teve um aumento de mais de 4%, atingindo um total na pauta de US$ 499.183.073 no período.

Rondônia tem um rebanho total de bovinos e bubalinos de 13.972.394 cabeças, distribuídos por 5.860.878 hectares de pastagens e divididos em 97.539 propriedades. O rebanho de corte perfaz 77,16% deste total, com 10.780.698 cabeças, dados retirados da 46ª etapa de vacinação contra Febre Aftosa da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron).  O número de abates foi recorde no quantitativo de animais, no período de janeiro a outubro, no qual foram abatidas 1.984.486 cabeças. Rondônia obteve um acréscimo de 7,15% no total de abate, chegando a abater 2.109.655 em 2019, ou seja, 125.169 mil cabeças a mais que 2018. Os dados quantitativos de abate de bovinos são de responsabilidade do Serviço de Inspeção de Produto de Origem Animal (SIPAs/DFAs), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Nos últimos anos, a pecuária rondoniense vivenciou um grande avanço, tanto em escala quanto em sustentabilidade, o que possibilitou ao estado ser o quinto lugar no ranking nacional em exportações de carne e ter o maior abatedor de bovinos da região Norte. 

PRODUTO INTERNO DO AMAZONAS TEVE O QUINTO MAIOR CRESCIMENTO

O PIB-Produto Interno Bruto do Amazonas foi o quinto com maior crescimento do país em 2017, segundo dado consolidado pelo IBGE, com um total de  R$ 93,204 bilhões. A alta observada foi de 5,21%, bem superior à média nacional do período (+1%), mas, ainda assim, o Estado se manteve na 16º colocação no ranking nacional, com uma participação de 1,42%. O PIB per capta subiu de R$ 7.353,15 para R$ 22.936,28 em uma década, embora tenha caído da nona para a 14ª posição. Também não foi o maior da região, de vez que o crescimento de Rondônia, o terceiro maior,  foi um pouco superior. Os maiores crescimento do PIB no período foram registrados em Mato Grosso (+12,1%), Piauí (7,7%), Rondônia (+5,4%) e Maranhão (+5,3%). Os únicos resultados negativos vieram de Rio de Janeiro (-1,6%), Sergipe (-1,1%) e Paraíba (-0,1%). A defasagem de dois anos ocorre em virtude da consolidação das estatísticas do Brasil. 

LEI QUE PROÍBE A QUEIMA DE PNEUS EM RONDÔNIA FOI SANCIONADA

Como forma de prevenção do meio ambiente e da saúde da população, o governador Marcos Rocha sancionou a Lei nº 4.632, que proíbe a queima de pneus e outros objetos constituídos por borracha e materiais de reforço utilizados para rodagem em veículos. A  lei, decretada pela Assembleia Legislativa, e publicada no Diário Oficial do Estado de Rondônia no dia 31 de outubro, veda incendiar pneus ou pneumáticos, todo artefato inflável do mesmo material, sejam novos ou reformados, ou até mesmo inservíveis, considerando prejuízos à saúde pública das pessoas que estejam no entorno, e prevenindo danos ao meio ambiente. O ato da queima inclui também protestos e manifestação, sendo sujeitos à punição baseada nas sanções previstas pelo artigo 54 da Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, que dispõe sobre as ações penais e administrativas resultantes de conduta ou atividade lesiva ao meio ambiente, animais ou agravos à saúde humana.

CAMPEONATO DE PESCA DE FORTALEZA DO ABUNÃ FOI UM SUCESSO 

O 4º Campeonato de Pesca e o 1º Festival de Gastronomia Regional foram organizados pela Associação dos Moradores e Pescadores de Fortaleza do Abunã (AMFA), nos dias 9 e 10 de novembro, com o objetivo de promover o turismo e a economia local. Fortaleza do Abunã, famosa por suas belezas naturais, é também apreciada por pescadores e banhistas do Acre e Rondônia, que compareceram ao evento. A Usina Hidrelétrica Jirau patrocinou 1 barco de 6 metros e um motor de popa 15 HP para a AMFA, como premiação do 4º Campeonato de Pesca. Segundo o Presidente da AMFA, Francisco Nunes de Oliveira, o critério foi um só: o tamanho do peixe.  Participaram da competição 27 equipes com 3 competidores cada uma. A equipe Chupa-Cabra conseguiu fisgar um peixe da espécie Filhote, de 89 centímetros, conquistando assim o primeiro lugar e o barco com o motor. “Nós, da Equipe Chupa-Cabra, estamos muito felizes. É a primeira vez que participo de um campeonato de pesca e achei maravilhoso termos vencido. Certamente virei nas próximas oportunidades”, comemorou Luis Carlos Abati, líder do grupo vencedor e pescador amador do Distrito de Extrema.

 

AUTOR: SÍLVIO PERSIVO –  COLUNISTA TEIA DIGITAL – JORNALISTA, PROFESSOR, ECONOMISTA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.