Governo busca ampliar transporte de grãos por trem – por Silvio Persivo

Escrito por
Atualizado: abril 20, 2017

E o melhor é nunca querer saber. “Uma mulher é como um saquinho de chá, você nunca saberá quão forte ele é até que ele esteja na água quente” (Eleanor Roosevelt).

SENADOR RAUPP RESSALTA A NECESSIDADE DA FERROVIA DA SOJA-PORTO VELHO/SAPEZAL

O senador Valdir Raupp, depois da  empresa  chinesa CREEC  concluir que a ferrovia Transoceânica é economicamente viável, defendeu o início imediato das obras de construção da Ferrovia bioceânica, no trecho  Porto Velho/Vilhena  a Sapezal, no Mato Grosso.  O senador afirmou que a construção da ferrovia neste trecho desperta o interesse de empresas estatais chinesas, que em parceria com o governo brasileiro, poderão concluir o empreendimento, em até 5 anos. Além do mais, o trecho é fundamental para o escoamento  da produção de grãos e minérios da região centro-oeste para as demais regiões brasileiras e para o exterior. Ressaltou que o estado de Rondônia foi incluído no sistema ferroviário nacional devida à ação política desenvolvida por ele  e  a deputada federal Marinha Raupp, durante a apreciação e votação da Medida Provisória 427/08, no Congresso Nacional. O projeto foi aprovado, em agosto de 2008, pelo Senado Federal e transformou em empresa pública a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. Pelo projeto que teve o senador Raupp como relator-revisor, os municípios de Vilhena e Porto Velho foram incluídos no sistema ferroviário.

AULA INAUGURAL DO DINTER DE ENFERMAGEM

Na próxima segunda-feira, 24, acontece a aula inaugural do Doutorado Interinstitucional em Enfermagem (DINTER/UNIR/EEAN-UFRJ), às 8h30, no auditório da UNIR-Centro. O DINTER em Enfermagem é uma promoção da Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), para a Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR). O tema da aula será “Pós-Graduação Stricto Sensu de Enfermagem no Brasil: contribuição para a consolidação do conhecimento”, proferida pela professora doutora Tânia Cristina Franco Santos, docente da EEAN-UFRJ e coordenadora do Programa de Pós-Graduação da EEAN-UFRJ.

BRASIL, UM SALTO PARA O PACÍFICO-UM SONHO REALIZADO

O Sistema Fecomércio (SESC, SENAC e IFPE) juntamente com a empresa Alto Madeira Ltda., como parte dos eventos de comemoração do centenário do jornal Alto Madeira lançou, ontem (20, o livro “Brasil, um salto para o Pacífico-Um sonho realizado”, na Casa de Cultura Ivan Marrocos.  O livro de Luiz Malheiros Tourinho é uma versão atualizada de seu livro anterior “Brasil, Um salto para o Pacífico” feito 23 atrás, da luta  para alcançar os portos de Arica, Iquique, Ilo e Matarani. Tourinho mostra no seu livro é que, apesar da existência da estrada, a integração que se esperava entre o Brasil e os países vizinhos ainda não aconteceu como se esperava por falta de acordos, entre os quais o de transporte, de infraestrutura alfandegária e até mesmo porque a falta da internacionalização do Aeroporto Jorge Teixeira de Oliveira dificulta a realização de mais negócios ainda que os interesses dos empresários, notadamente peruanos, tenham se intensificado. Também ressalta a necessidade urgente do alfandegamento do aeroporto de Porto Velho, da Ferrovia Biocêanica, prioritariamente com a implantação da Ferrovia da Soja, os 850 km que separam Porto Velho de Sapezal (MT) para escoar a soja e desafogar a BR-364. O livro de Luiz Tourinho é, portanto, um livro que documenta a história, homenageia os que lutaram, e lutam, pela integração latino-americana e demonstra a  larga visão do autor que, desde jovem, sempre teve a compreensão de que o desenvolvimento brasileiro, inclusive da Amazônia, passa, necessariamente, pela integração da América Latina.

SENADO QUER ACABAR COM FERIADOS PROLONGADOS

Os feriados prolongados, que gera os “dias imprensados” podem chegar ao fim. Pelo menos é o que propõe o PLS (Projeto de Lei do Senado) nº389/2016, que tramita na CE (Comissão de Educação, Cultura e Esporte) do Senado Federal, com a proposta de antecipar feriados nacionais que ocorram entre terça e sexta-feira, para a segunda-feira. Há exceção para as folgas que ocorram aos sábados e domingos e ainda nas seguintes datas comemorativas: 1º de janeiro (confraternização universal), Carnaval, Sexta-Feira Santa, 1º de Maio (Dia do Trabalho), Corpus Christi, 7 de Setembro (Dia da Independência), 12 de Outubro (Padroeira do Brasil-Nossa Senhora Aparecida) e 25 de Dezembro (Natal). A ementa deve retornar à pauta para votação na próxima terça-feira (25). Segundo o presidente da Fecomércio/RO, Raniery Coelho, caso aprovada a proposta beneficia os setores produtivos, de vez que o período prolongado de dias não trabalhados atrapalha o consumo e o cidadão prioriza viagens ainda que para os arredores da cidade. O que, é evidente, provoca um menor faturamento do comércio local. Para Raniery, “É uma medida muito positiva a de organizar as folgas para que aconteçam apenas em um dia da semana”.

GOVERNO BUSCA AMPLIAR TRANSPORTE DE GRÃOS POR TREM

Buscando reequilibrar os modais de transporte é da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), em parceria com a Codesp e a Agência Nacional de Transporte Terrestres (Antt), desejam fazer com que mais de 90% das operações de transporte de grãos aos terminais da Ponta da Praia, no Porto de Santos, ocorram somente por trens até o próximo ano. O objetivo integra um plano de ação firmado entre a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp, a Autoridade Portuária) e as agências reguladoras federais para minimizar os impactos do tráfego de caminhões na região e otimizar os processos no complexo. Segundo dados da Codesp, a média de participação do modal ferroviário nas atividades dessas instalações é de 64%, atualmente. No período mais crítico da safra agrícola (maio a outubro), em razão da demanda, o índice cai para 39%, enquanto que em meses ociosos, como dezembro, a utilização de trens sobe para 94%.

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *