Balança comercial do Amazonas melhora em 2018 – Por Sílvio Persivo

Escrito por
Atualizado: março 9, 2018

Isto ninguém pode contestar. “Nem todos os homens foram feitos para dançar com dragões” (George R. R. Martin).

 

GEDAI e JUS GENTIUM REALIZAM EVENTO DE DIREITO TRANSACIONAL  

Divulgado pela comunicação da UNIR que o Grupo de Estudo de Defesa e Análises Internacionais (GEDAI), do Departamento de Ciências Sociais, integrado ao Núcleo de Ciências Humanas (NCH) da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e o Grupo de Estudos e Pesquisas em Direito Internacional (Jus Gentium), do Departamento de Ciências Jurídicas (DCJ), pertencente ao Núcleo de Ciências Sociais Aplicadas (NUCSA); coordenados, respectivamente, pelos Professores Doutores Gills Vilar Lopes e Marcus Vinícius Xavier de Oliveira, vão realizar, no período de 20 a 22 de março de 2018, no Auditório do NUCSA, no Campus José Ribeiro Filho, em Porto Velho, das 19 às 21h30, o evento “Esferas Normativas do Direito Transnacional: Lex Mercatoria, Lex Sportiva e Lex Digitalis”, que tem por finalidade a apresentação de temas relativos ao Direito Transnacional em suas mais variadas formas de manifestação, tendo por fundamentos teóricos fenômenos como transnacionalidade do direito, globalização econômica, economia internacional, cooperação internacional, entre outras. As inscrições poderão ser feitas pelo seguinte link:  https://goo.gl/forms/WnGrRMXkdXCIhFUz2.

 

UNIR JÁ FEZ TRÊS COLAÇÕES DE GRAU EM MARÇO

Por falar em Universidade Federal de Rondônia é preciso ressaltar que, cumprindo o seu papel de qualificar profissionais,  a UNIR já realizou neste mês de março três cerimônias de colação de grau de formandos de cursos presenciais e de educação à distância (EAD). No total, foram 110 novos profissionais aptos para ingressar no mercado de trabalho nas mais diversas áreas, incluindo a educação básica.

 

PM ALERTA SOBRE FALSOS SEQUESTROS EM RONDÔNIA

Segundo o capitão Renato Suffi, chefe do Centro de Comunicação Social da Polícia Militar, “Sequestros reais são raros em Rondônia atualmente, mas, o falso é corriqueiro e na maioria dos casos atinge pessoas simples, com pouca escolaridade, presas fáceis de qualquer ameaça”. Em geral, o falso sequestrador liga aleatoriamente para um número de telefone e diz que sequestrou alguém da família. Geralmente, “filha ou filho”. A vítima ouve alguém do outro lado da linha chorando e pedindo socorro. Aproveitando o estado emocional da vítima, o golpista obtêm informações com facilidade. Quem recebe a ligação associa o choro com seu familiar e sem perceber fala até o nome.  Em todos os casos ocorridos em 2017, a PM constatou que os golpistas usam a fragilidade emocional das vítimas. Da experiência adquirida em diversos cursos, Suffi constatou: “No sequestro real não existe possibilidade de se ordenar que não desligue o telefone; sequestradores investem alta importância com o cativeiro; ameaças e prazos são bem delineados e geralmente acontecem”. Fica o alerta.

 

PROJETO SESC MULHER 2018

Neste sábado, 10, abertura do Projeto SESC Mulher 2018, entre as 16 e 22 horas, que contempla diversas ações, durante o mês de março, para homenagear as mulheres. O projeto, que tem como seu ponto alto os shows do Canta Mulher, é feito com a parceria do Fórum Popular de Mulheres. A abertura será feita no SESC Esplanada.

 

BALANÇA COMERCIAL DO AMAZONAS MELHORA EM 2018

Segundo o MDIC- Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços as importações e exportações do Amazonas melhoram no 1º bimestre do ano. De janeiro a fevereiro, foram mais de US$ 1,785 milhão importados contra US$ 1,224 bilhão em igual bimestre de 2017. A variação foi de 46% superior. Já as exportações tiveram um crescimento de 44% ao atingir a cifra de US$ 127,1 milhões. Argentina e China continuam impulsionando o resultado da balança comercial amazonense. Segundo o MDIC, o Amazonas importou, no primeiro bimestre de 2018, US$ 1,765 bilhão frente aos US$ 1,179 bi no mesmo período de 2017. Uma diferença de US$ 586 milhões e variação positiva de 45,85%. O montante também cresceu de US$ 529,3 milhões em fevereiro do ano passado para US$ 777,9 mi no mesmo mês de 2018. Apenas na comparação com janeiro (US$ 1 bi), houve uma queda de 22,77%. Na exportação, o Amazonas também fechou o período em alta ao registrar US$ 127,1 milhões, uma variação de 43,52% em relação a 2017, quando comercializou US$ 88,5 milhões. Entre os períodos, o Estado exportou 38,5 milhões a mais. Na comparação com fevereiro deste ano (US$ 57,1 milhões) com fevereiro de 2017 (US$ 47,3 mi), cresceu 20,81%. Já em relação a janeiro (US$ 69,9 ), houve retração de 18,33%. A análise dos especialistas é de que a retomada das atividades econômicas nacional e da indústria do Estado, depois de dois anos de crises, resultou em  redução na taxa de desemprego, bem como aumento na produção, indicando  que está havendo uma reaquecimento da economia.

 

NORTE TEM DESTAQUE POR POPULAÇÃO ADULTA NEGATIVADA

Segundo dados do indicador do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) a estimativa é que o Brasil tenha 61,7 milhões de brasileiros com alguma conta em atraso e com o CPF restrito para contratar crédito ou fazer compras parceladas. O número representa 40,5% da população com idade entre 18 e 95 anos. A estimativa por faixa etária revela que é entre os 30 e 39 anos é que se observa a maior frequência de negativados. Em fevereiro de 2018, pouco mais da metade da população nesta faixa etária (51%) tinha o nome registrado em cadastros de devedores. Também merece destaque o fato de percentagem significativa da população com idade entre 40 e 49 anos (49%) estar negativada, da mesma forma que acontece com os consumidores com idade entre 25 a 29 (46%). Entre os mais jovens, com idade de 18 a 24 anos, a proporção cai para 20%. Na população idosa, considerando-se a faixa etária entre 65 a 84 anos, a proporção é de 31%. É na Região Sudeste em que se concentra a maior quantidade de consumidores com contas em atraso, em termos absolutos: 26,70 milhões – número que responde por 40% do total de consumidores que residem no estado. A segunda região com maior número absoluto de devedores é o Nordeste, que conta com 16,49 milhões de negativados, ou 41% da população. Em seguida, aparece o Sul, com 8,10 milhões de inadimplentes (36% da população adulta). Já em termos proporcionais, destaca-se o Norte, que, com 5,49 milhões de devedores, possui 46% de sua população adulta incluída nas listas de negativados, o maior percentual entre as regiões pesquisadas. O Centro-Oeste, por sua vez, aparece com um total de 4,93 milhões de inadimplentes, ou 42% da população.

 

NADA É IMPOSSÍVEL

Surpreendente é, mas, dos dois personagens da cena mundial se pode esperar tudo ou nada. O fato é que Trump aceitou se reunir com Kim Jong-um, em maio, para iniciar negociações. Kim Jong-un ofereceu aos EUA suspender os seus testes com mísseis balísticos e abordar um processo de desnuclearização.

AUTOR: SÍLVIO PERSIVO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.