Teia Digital

Abertura do carnaval de Porto Velho no Baile Municipal – Por Sílvio Persivo

No meio do caminho tinha mais do que pedras. “O velho mundo agoniza, um novo mundo tarda a nascer, e, nesse claro-escuro, irrompem os monstros” (Antonio Gramsci). 

MERCADO CULTURAL SERÁ REABERTO DEPOIS DA REFORMA

Anunciado pela Prefeitura que o  Mercado cultural reabrirá suas portas no próximo dia 24, feriado municipal, a partir das 18h, para festejar os 105 anos de instalação do município. A Fundação Cultural (Funcultural) já programou evento com participação de artistas da região, entre eles, a cantora Iná, o percussionista Carlos Pial e o cantor Caribé. No sábado, dia 25, a festa prossegue com a Feijoada com Samba, e no domingo, dia 26, acontece o Café Nordestino com apresentação de banda que toca forró pé de serra. Segundo o presidente da Funcultural, Antônio Ocampo, quem for prestigiar a programação cultural no espaço, que foi renovado, terá opção de também fazer suas refeições, tomar café da manhã, fazer um lanche, almoçar, jantar ou curtir um happy hour com seus amigos. Com preços acessíveis, a choperia O Canto do Boto e o restaurante Dourado do Madeira, as grandes novidades no Mercado Cultural.

ABERTURA DO CARNAVAL NO BAILE MUNICIPAL 

A Prefeitura de Porto Velho divulgou a programação de Carnaval de 2020, por meio da Fundação Cultural do Município, que já definiu as datas dos eventos oficiais que devem iniciar no dia 14 de fevereiro com o Baile Municipal, na casa de shows Talismã 21, às 21 horas. Segundo anunciado, no tradicional baile a fantasia, o prefeito Hildon Chaves vai apresentar ao público a Corte do Rei Momo. A noite será marcada pela entrega da chave da cidade ao Rei Momo.  Também anunciado que, no sábado de carnaval (22), após o desfile da Banda do Vai Quem Quer, a festa continua no Mercado Cultural, a partir das 21h, com muito frevo e marchinha. No dia 23 é a vez da criançada aproveitar o carnaval com o Curumim Folia, uma matinê no Mercado Cultural, com início às 16h. Para encerrar está previsto que, no dia 25, das 17h as 22h, acontece o Carnaleste, na Praça CEU, na rua Antônio Fraga Moreira, no bairro JK. Mais detalhe da  programação devem ser anunciados em breve. 

CIDADE INTELIGENTE É O CAMINHO 

É cada vez mais urgente, e necessário, que as cidades busquem sustentabilidade e melhor qualidade de vida, daí, ser preciso rever alguns conceitos e questões ligadas à infraestrutura e planejamento urbano. Hoje, cada vez mais se precisa do apoio das inovações tecnológicas para a solução dos problemas urbanos, o que significa transformar as cidades em cidades inteligentes (smart cities). Cidades assim fomentam o desenvolvimento tecnológico, pensam em soluções estratégicas para a  vida da população que nela vive, apoiadas em um planejamento inovador e sustentável que contribua para a mobilidade urbana. No ranking brasileiro se destacam as cidades de Campinas, São Paulo, Curitiba e Brasília e, por incrível que pareça, Porto Velho não aparece nem entre as 100 cidades mais inteligentes do País. Isto, ao contrário do que se pensa, não depende só da Prefeitura, embora esta deva contribuir, mas, é fruto dos esforços de todos. Algumas iniciativas já foram feitas neste sentido, mas, são esforços isolados. É preciso que haja uma organização urgente para incluir Porto Velho entre as cidades inteligentes e esta é uma bandeira que todos nós temos responsabilidade de assumir. Isto se quisermos viver numa cidade melhor e termos futuro. 

VENDAS DO COMÉRCIO DO AMAZONAS CRESCEM PELO QUARTO MÊS SEGUIDO, SEGUNDO O IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgando que as vendas e a receita nominal do comércio varejista do Amazonas cresceram pelo quarto mês seguido, com números acima da média nacional. O volume de vendas subiu 4,1% na passagem de outubro para novembro de 2019, número bem superior ao do levantamento anterior (+0,6%). Na comparação com novembro de 2018, houve uma elevação de 13,3%. O setor também fechou no azul nos acumulados do ano (+8%) e dos 12 meses encerrados em julho (+7,1%). O incremento mensal das vendas do varejo amazonense ficou bem acima da média nacional (+0,6%) e fez o Estado subir do 14º para o quinto lugar entre as 27 unidades federativas do Brasil. As maiores altas ocorreram em Roraima (+9,3%), Rondônia (+8,5%) e Acre (+6,7%). As quedas mais significativas se situaram em Amapá e Rio Grande do Norte (os dois com -0,7%), seguidos por Santa Catarina e Distrito Federal (-0,1% para ambos).

AUMENTO DAS VENDAS DE CAMINHÕES ANIMA SETOR 

O mercado brasileiro de caminhões continuará aquecido neste ano, com as vendas crescendo 18%. Em números absolutos, isto significa 120 mil unidades, segundo projetam as fabricantes. Será o quarto ano seguido de alta nas vendas. Isto depois do setor registrar seu pior momento em 17 anos, com 50,6 mil vendas em 2016, em plena crise econômica.“Este ano será a consolidação da retomada”, afirma Roberto Cortes, presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO). Também será um ano de  novidades. Entre os destaques, o início da produção do primeiro caminhão elétrico e do lançamento do primeiro veículo sem espelhos retrovisores do Brasil. Em 2019, a venda de caminhões no Brasil chegou a 101,3 mil unidades. A alta em relação ao ano anterior foi de 33%. “Nossa previsão era vender 2 mil unidades a mais, mas, mesmo assim foi um crescimento robusto, o dobro do que vendemos em 2016”. A afirmação é do presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Carlos Moraes.

AUTOR: SILVIO PERSIVO –  COLUNA TEIA DIGITAL

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com