Intenção de consumo aponta melhora futura do emprego – Por Silvio Persivo

Escrito por
Atualizado: dezembro 20, 2018

É o prêmio só para os que perdem. “Os que vencem, não importa como vençam, nunca conquistam a vergonha” (Maquiavel).

SERVIDOR DA UNIR GANHA PRÊMIO BOAS IDEIAS

Em solenidade na segunda-feira, 18, no Salão Nobre Rosilda Shockness, no Edifício Pacaás Novos, no Centro Político Administrativo (CPA), em Porto Velho, foi feita a entrega do Prêmio Boas Ideias, 5ª edição, a Jadiael Rodrigues da Silva, integrante do corpo técnico da Fundação Universidade federal de Rondônia (UNIR) que foi o vencedor na categoria “Uso da Tecnologia da Informação e Comunicação na Educação”, aberta a toda a população, com o aplicativo Edubi, desenvolvido para atender a rede pública de ensino. Seu projeto, teve 414 votos.  Prestigiando o reitor Ari Ott parabenizou todos os seis autores de trabalhos premiados e os demais participantes do certame e, referindo-se em especial a Jadiael, afirmou que sua conquista comprova a competência não apenas sua, como vencedor, mas, de toda a categoria dos servidores públicos, tanto os que integram o quadro da UNIR como do Estado de Rondônia. Jadiael, por sua vez, manifestou sua felicidade em poder contribuir para o desenvolvimento da educação, unindo a atenção ao passado, objeto da História, à modernidade da informática.

SENAC ABRE VAGAS PARA 2019

Quem deseja começar o ano de 2019 capacitando-se, já pode conferir à nova programação de cursos do Senac Rondônia, disponível através do link: http://bit.ly/SenacRO-Cursos-Jan-a-Abr-2019. São diversos cursos que abrangem os segmentos da Beleza, Moda, Turismo e Hospitalidade, Comunicação e Informática, Negócios, Gestão e Administração.  As matrículas estão abertas nas unidades do Senac em Ariquemes, Cacoal, Jaru, Ji-Paraná, Vilhena, Pimenta Bueno e Porto Velho. Para realizar matrícula, basta comparecer nas centrais de atendimento das unidades. Mais informações pelos telefones (69) 3536-8722 (Ariquemes), 3441-4927 (Cacoal), 21816900 (Esplanada), 3521-3730 (Jaru), 3421-0659 (Ji-Paraná), 3227-3186 (Pimenta Bueno) e 3322-1060 (Vilhena).

NOVOS CAFÉS SÃO UM NICHO EM CRESCIMENTO

O café sempre foi um produto que os brasileiros gostam, mas, a tendência de novos tipos de café tem aumentado em todo o País o seu consumo e novos negócios. São os café gourmet, as cafeterias que investem em trazer cafés sofisticados, com um ambiente diferenciado e menu exclusivo. Já comuns em grandes centros do País e possuem como grande estratégia de mercado procurar ser um nicho econômico com diferencial. É um mercado que cresce cada vez mais em Manaus onde se estima que existam em operação pelo menos 20 cafeterias gourmet em Manaus. E a estimativa é que este novo mercado movimente em torno de R$ 2 milhões por mês na capital. Em Porto Velho não existe uma estimativa de movimentação deste tipo de negócio, mas, muitos já foram abertos e há uma tendência a abertura de novos negócios onde o conforto de um ambiente diferenciado e um atendimento acolhedor com um excelente café fazem uma grande diferença.

INTENÇÃO DE CONSUMO APONTA MELHORA FUTURA DO EMPREGO

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), apurada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), alcançou 91,2 pontos em dezembro de 2018, registrando alta de 4,2% em relação ao mês passado. Igualmente a fevereiro, esta é a maior taxa mensal alcançada desde 2010. Já na comparação anual, o aumento foi de 11,7%. Mesmo apresentando altas, o ICF permanece abaixo de 100 pontos desde maio de 2015, limite considerado de insatisfação. Segundo o economista da CNC Antonio Everton, os juros em queda com inflação em baixa formam o cenário que dá suporte à maior disposição das famílias para o consumo, mas, segundo ele, “A recuperação do mercado de trabalho tem repercutido diretamente no sentimento de que haverá melhora profissional nos próximos meses. Por conta disso, o subíndice Perspectiva Profissional alcançou 107,1 pontos, com tendência de elevação”.

BAIXO DINAMISMO ELEVA O EMPREENDEDORISMO FORÇADO

Com o baixo dinamismo econômico e estagnação do mercado de trabalho com carteira assinada, o número de novos microempreendedores individuais cresce a cada dia. No acumulado de janeiro a setembro, 1.585.542 MEIs de todos os setores nasceram no país, registrando um recorde histórico. Em relação ao mesmo período do ano passado, o aumento registrado é de 16,7%. Segundo o vice-presidente de Micro, Pequenas e Médias Empresas da Serasa Experian, Victor Loyola, “O resultado reafirma como o fenômeno do ‘empreendedorismo por necessidade’ ganhou força e prevaleceu entre os brasileiros que buscaram na criação de micronegócios uma fonte de renda alternativa, em meio a um cenário de recessão”. Cumpre notar que os jovens, de 18 a 25 anos, estão no topo quando o assunto é a abertura de MEIs ligados ao setor do comércio. Segundo estudo inédito da Serasa sobre o perfil dos consumidores que se tornaram microempreendedores individuais entre janeiro e setembro de 2018, este grupo representa a maior parte (20,3%) do total de formalizados no comércio (405.296). Considerando todos os brasileiros que viraram MEIs no mesmo período, os jovens respondem por 18,2% e só ficam levemente atrás daqueles com faixa etária de 41 a 50 anos (18,8%). Este grupo de meia idade lidera a criação de MEIs com atuação na indústria (20,3%) e em serviços (19,2%).

AUTOR: SÍLVIO PERSIVO –  COLUNISTA TEIA DIGITAL

PROFESSOR, JORNALISTA E ECONOMISTA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.