Policial

Rebelião PEC: Presos não pouparam atos de crueldade durante o motim

A penitenciária começou a ser tomada pelos presos bem cedo, por volta das 6h, quando os agentes estavam servindo o café.

A medida que as horas passavam, o movimento crescia. Os presos tomaram conta da estrutura e empunharam bandeiras do PCC.

Dois agentes e vários presos foram mantidos como reféns. Cruelmente agredidos tiveram o corpo perfurado por estoques, foram torturados com socos, chutes, violência de todas as formas e aos olhos de todos. Os reféns ficaram sem roupa. A calça foi amarrada ao pescoço para um dos presos que teve uma corda amarrada ao pescoço. Cenas de horror e pânico.

Os presos estavam dispostos a tudo e mostraram isso em todos os momentos. Flagramos quatros reféns sendo arremessados do alto do telhado da penitenciária.

Um foi jogado de ponta cabeça, a uma altura de 12 metros. Outro, também não teve chance de defesa, foi arremessado pelos próprios colegas. O terceiro conseguiu se segurar em um fio, tentou suportar ao máximo, lutava para evitar a queda, mas acabou caindo. O quarto refém foi arremessado do alto da Penitenciária, bem no momento em que a nossa equipe de reportagem gravava uma entrevista.

Uma das vítimas foi Gilmar de Lima, o padrasto da menina Rafaela Trates. Ele foi julgado e condenado pela justiça e agora teve a sentença de morte decretada pelos colegas.

O Corpo de Bombeiros, Siate, várias viaturas estavam ali para prestar o socorro, mas não havia possibilidade de entrada na penitenciária.
O policiamento foi reforçado.

Os familiares e a imprensa foram isolados das proximidades da PEC e foi aí que começou o desespero.

O desabafo veio também dos agentes. A polícia militar foi a primeira a dar notícias.

Depois a comissão de direitos humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Os presos começaram a ser transferidos da PEC para a PIC no final da tarde.

Ao ver o ônibus os familiares corriam desesperados em busca de notícias, de ver o parente preso pelo vidro do veículo lotado de detentos. Até a tarde eram pelo menos 36 presos que foram distribuídos entre os presídios de Francisco Beltrão, Maringá e a PIC, penitenciaria vizinha a PEC e assim a Penitenciaria de Cascavel ganhava fôlego, conforme o rebelados exigiam.

No tumulto, uma viatura passou em cima do pé de uma menina de 12 anos de idade.

Enquanto isso, a mãe de um preso tentava aos gritos desabafar a sua angústia.

Outros familiares tentavam pelo muro ver algo que acontecia do outro lado, com a intenção de ter alguma notícia.

Uma mulher viu a foto do marido na internet e se desesperou.

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
google.com, pub-7782545053471182, RESELLER, f08c47fec0942fa0 #adxnobeta google.com, pub-6305837203541982, RESELLER, f08c47fec0942fa0 #adsensenobeta advertising.com, 27019, RESELLER #VerizonVideonobeta adtech.com, 11471, RESELLER #VerizonDisplaynobeta rubiconproject.com, 20572, DIRECT, 0bfd66d529a55807 #rubiconnobeta rtbhouse.com, TDT9X1pgz7VI2ogjzQLQ, RESELLER #RTBHousenobeta criteo.com, 167147, DIRECT #Criteonobeta vdopia.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #video nobeta chocolateplatform.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #video nobeta vdopia.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #banner nobeta chocolateplatform.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #banner nobeta appnexus.com, 3153, RESELLER, f5ab79cb980f11d1 #nobeta152media appnexus.com, 10478, RESELLER, f5ab79cb980f11d1 #nobetaFI

BAIXE NOSSO APLICATIVO

TEMPO REAL

EM LINHAS GERAIS

TEIA DIGITAL

RESENHA POLÍTICA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com