Policial

PRF realiza prisões e apreessões em Porto Velho, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Vilhena e Humaitá/AM

Porte ilegal de arma de fogo, uso de documento falso, receptação de motocicleta roubada, alcoolemia e transporte ilegal de madeira

Porto Velho/RO

A semana começou cheia de atividades para a Polícia Rodoviária Federal em Rondônia. Nesta segunda-feira (13), foram registrados flagrantes em diversos municípios do estado e também no sul do Amazonas.

Humaitá/AM

Dois homens, viajando em uma motocicleta pela BR 319 foram abordados e presos após terem sido flagrados com uma espingarda, calibre 28 com 4 munições. A numeração da arma estava desgastada, impossibilitando a identificação e os infratores não portavam documentação legal para transportar aquele armamento.

Vilhena

No cone sul do estado, também foi registrado um flagrante de porte ilegal de arma de fogo. Um homem, que dirigia um veículo em alta velocidade foi abordado e apresentava diversos sinais de embriaguez. Ao ser questionado pelos policiais, o motorista afirmou que estava bebendo antes de dirigir, assim como os outros dois ocupantes do veículo. Em revista detalhada, foram encontradas 18 munições calibre .28 no interior do automóvel. Ao assumir a posse dos equipamentos, o homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo e também por conduzir veículo sob efeito de álcool.

Também em Vilhena, durante o dia, foram registradas duas ocorrências de crime ambiental, por transporte ilegal de produto florestal, consolidando a apreensão de 79,90 metros cúbicos de madeira.

Ji-Paraná

Na região central do estado, próximo do horário do almoço, em fiscalização específica de transporte de produtos de origem florestal, policiais rodoviários federais de plantão registraram mais uma carga de madeira sendo transportada de maneira irregular. Em Ji-Paraná, 51,62 metros cúbicos de produto florestal foram apreendidos por irregularidade documental.

Guajará-Mirim

Na região de fronteira, o condutor de uma motocicleta, repleta de adulterações de sinais identificadores, foi preso por receptação e adulteração veicular. Aos policiais, o homem afirmou ter adquirido o veículo em uma oficina mecânica de motocicletas por pouco mais de R$ 500,00 (quinhentos Reais)

Porto Velho

Na capital do estado, um motociclista abordado próximo à ponte sobre o Rio Madeira foi preso por uso de documento falso. Durante a abordagem, o homem apresentou aos policiais uma carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. Identificado o crime, o condutor da moto afirmou ter comprado o documento por R$ 4 mil por não ter tempo para frequentar o processo de habilitação em uma auto escola

FONTE: ASCOM PRF/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com