Policial

Polícia Federal cumpre Mandados nas Prefeituras de Rondônia nesta sexta-feira

Investigação tem como objetivo, coibir crimes de corrupção em fraude de licitações na saúde, praticados por uma organização criminosa

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (18), a denominada Operação Blister visando dar cumprimento 10 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Eleitoral em Vilhena.

Iniciada em 2016, a investigação tem como objetivo coibir crimes de corrupção no estado de Rondônia, praticadas por uma organização criminosa sediada na cidade de Vilhena, que atuava principalmente na fraude a licitações da Prefeitura Municipal.

Segundo as investigações, a organização criminosa possuía estrutura e articulação suficiente dentro de entes públicos para fraudar licitações e auferir vantagem indevidas.

As fraudes em procedimentos licitatórios envolveram a empresa Biocal Comércio e Representações LTDA com a prática de sobrepreço e consequente superfaturamento nas contratações realizadas com a Prefeitura Municipal de Vilhena, as quais tinham como objeto a aquisição de nutrição especializada, medicamentos e materiais penosos destinados a atender as demandas da saúde pública municipal, envolvendo recursos oriundos do SUS.

Os indiciados responderão, na medida de sua participação, pelos crimes de corrupção ativae passiva (art. 333 e art. 317 do Código Penal), crimes licitatórios (art. 90 e 93 da Lei n. 8666/93 ), lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei 9.613/98) e associação criminosa (art. 288 do Código Penal).

Cerca de 40 policiais federais participam da ação de hoje, cujos mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nas cidades de Vilhena, Cacoal, Ji-Paraná, Buritis e Porto Velho, além do sequestro de bens e valores dos investigados no montante de até R$ 8.912.383,67 (oito milhões, novecentos e doze mil, trezentos e oitenta e três reais e sessenta e sete centavos).

O termo “Blister” é uma alusão às embalagens de medicamentos que armazenam comprimidos, sendo estes um dos principais itens das licitações fraudadas pela quadrilha investigada.

Fonte: Agência PFRO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
google.com, pub-7782545053471182, RESELLER, f08c47fec0942fa0 #adxnobeta google.com, pub-6305837203541982, RESELLER, f08c47fec0942fa0 #adsensenobeta advertising.com, 27019, RESELLER #VerizonVideonobeta adtech.com, 11471, RESELLER #VerizonDisplaynobeta rubiconproject.com, 20572, DIRECT, 0bfd66d529a55807 #rubiconnobeta rtbhouse.com, TDT9X1pgz7VI2ogjzQLQ, RESELLER #RTBHousenobeta criteo.com, 167147, DIRECT #Criteonobeta vdopia.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #video nobeta chocolateplatform.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #video nobeta vdopia.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #banner nobeta chocolateplatform.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #banner nobeta appnexus.com, 3153, RESELLER, f5ab79cb980f11d1 #nobeta152media appnexus.com, 10478, RESELLER, f5ab79cb980f11d1 #nobetaFI

BAIXE NOSSO APLICATIVO

TEMPO REAL

EM LINHAS GERAIS

TEIA DIGITAL

RESENHA POLÍTICA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com