PF faz operação para investigar fraudes na saúde

Escrito por
Atualizado: julho 4, 2018

A polícia cumpre mandados de prisão preventiva; de prisão temporária e de busca e apreensão nos Estados do RJ, SP, PB, MG e DF

A PF (Polícia Federal) iniciou uma operação na manhã nesta quarta-feira (4) para aprofundar as investigações sobre contratos na área da saúde celebrados pelo Estado do Rio de Janeiro e pelo Into (Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad).

Ligada à Lava Jato no Rio, a operação foi batizada de Ressonância.

Segundo a PF, “aproximadamente 180 policiais federais cumprem 13 mandados de prisão preventiva; nove mandados de prisão temporária e 43 mandados de busca e apreensão nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraíba, Minas Gerais e no Distrito Federal”. “Os mandados foram expedidos pela 7° Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e também foi determinada a intimação de um ex-secretário de Saúde do Estado do Rio de Janeiro”, diz a Federal.

A operação está sendo realizada pela PF em conjunto MPF-RJ (Ministério Público Federal, Cade (Conselho de Defesa Administrativa), TCU (Tribunal de Contas da União), Receita Federal e CGU (Controladoria Geral da União).

“Na ação de hoje são investigadas 37 empresas e os crimes de formação de cartel, corrupção, fraude em licitações, organização criminosa e lavagem de dinheiro”, conclui a PF.

FONTE: R7.COM COM ESTADÃO CONTEÚDO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.