Operação Deforest: Chaules Pozzebom, foi transferido para Porto Velho e aguarda transferência para o presidio Federal de Campo Grande

Escrito por
Atualizado: outubro 31, 2019

Chaules Pozzebon, considerado chefe de uma organização criminosa  que operava na região da grande Ariquemes e um dos maiores desmatadores do Pais, foi transferido de Ariquemes para o presidio Federal de Porto Velho, e dentro de alguns dias será transferido para o Presidio Federal de Campo Grande

Chaules Pozzobom, líder do grupo , é bem articulado e assessorado por bons advogados é acusado da pratica  dos crimes de homicídio, extorsão, lavagem de dinheiro e ameaça. E conforme  apurou o Ministério Público a organização criminosa tinha uma estrutura armada para resguardar os interesses fundiários do líder do grupo, “se valendo do poder econômico e dos cargos ocupados nas forças de segurança para intimidar moradores da região”. O tráfico de drogas também foi alvo de investigação contra o mesmo grupo.

Por se tratar de crime Federal (Invasão de Reservas Nacional) , Chaules vai ser transferido para o presidio federal de Campo Grande/MS, onde ficará a disposição da Justiça Federal, para novos depoimentos e assim ficar isolado dos integrantes de sua quadrilha.

Da Redação Folha

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.