Homem tem casa invadida, reage a assalto e atira em um dos suspeitos em Cacoal

Escrito por
Atualizado: maio 15, 2017
policia guajara

Homem que reagiu ao assalto deverá responder por porte ilegal de arma de fogo. Suspeito foi atingido por dois tiros, foi socorrido e não corre risco de morte.

Um homem de 42 anos teve a própria casa invadida por dois suspeitos, reagiu ao roubo e atirou em um deles. O crime ocorreu por volta das 8h30 do último domingo (14), no Bairro Liberdade, em Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o suspeito foi atingido por dois tiros, foi socorrido e não corre risco de morte. O homem que reagiu ao assalto deverá responder por porte ilegal de arma de fogo.

Caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Cacoal (Foto: Magda Oliveira/G1)

Caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Cacoal (Foto: Magda Oliveira/G1)

Muito abalada, a esposa do homem que reagiu ao assalto não quis se identificar, mas contou que por volta das 8h30, acordou, abriu a porta da sala e foi para a cozinha fazer o café. Quando colocou um pouco da bebida no copo, ainda de pé, viu um homem atrás dela.

“Eu me virei para ele e disse que não o conhecia, nesse momento ele disse ‘me dá o dinheiro, (…)’. Quando eu disse a ele que não tinha, ele me deu um tapa no rosto, me levou para um dos quartos da casa e em seguida me acertou com um murro, que me fez cair no chão”, contou a vítima.

A mulher disse que após cair, não viu mais nada, só ouviu o barulho do tiro. Ela conta que o esposo que estava no outro quarto já acordado, provavelmente, ouviu a conversa e a agressão e se dirigiu ao outro cômodo atirando. “Eu acredito que meu esposo pensou que ele havia me matado, pois acho que desmaiei”, acredita.

Abalada, a mulher contou que nunca havia passado por situação semelhante e nunca imaginou que seu Dia das Mães fosse começar assim.

“Eu tinha acabado de falar com a minha mãe por telefone, quando ele entrou na casa, na hora em que ele começou a me bater eu só pensava nos meus filhos, pensei que fosse morrer e nunca mais ver eles”, lembrou a mulher chorando.

 A vítima disse que a ação foi praticada por dois homens, sendo que um deles estava armado, mas, apesar disso, ao ver o colega baleado, fugiu do local de moto, levando dois aparelhos celulares. A mulher acredita que para terem acesso à casa, os suspeitos tenham pulado o muro, pois não ouviu barulho algum vindo do portão sendo aberto.

O homem que reagiu ao assalto fugiu do local, mas segundo informações da PM, ele deverá responder apenas por porte ilegal de arma, já que reagiu em legítima defesa. O suspeito baleado foi atingido por dois tiros. Ele foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros e permaneceu sob cuidados médicos no Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal (Heuro), mas não corre risco de morte.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil de Cacoal, que investigará o caso.

Fonte: G1

Comentar

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *