Homem é preso por abusar da enteada de 13 anos e há suspeita de que ela esteja grávida, em RO

Escrito por
Atualizado: setembro 15, 2017

Menina morava em Rolim de Moura (RO) e teria fugido com o suspeito para Vilhena, onde ele foi preso. Conforme a Polícia Civil, a mãe da adolescente sabia do envolvimento da filha com o suspeito.

 Um homem foi preso na rodoviária de Vilhena (RO), no Cone Sul, por abusar sexualmente da enteada de 13 anos. Conforme a Polícia Civil, a menina morava em Rolim de Moura (RO), na Zona da Mata, e fugiu com o suspeito para Vilhena, onde estava morando com a permissão da mãe dela.

A prisão ocorreu no último dia 6, mas só foi divulgada pela polícia nesta semana. Segundo o delegado regional de Rolim de Moura, Alexandre Bacarini, a suspeita é que a adolescente esteja grávida do padrasto.

Suspeito estava na Rodoviária de Vilhena quando foi preso (Foto: Eliete Marques/G1)

Suspeito estava na Rodoviária de Vilhena quando foi preso (Foto: Eliete Marques/G1)

Conforme Bacarini, o caso foi descoberto depois que o pai da menina registrou uma ocorrência de desparecimento da filha. “Durante o registro da ocorrência, ele [o pai] apontou o padrasto como a eventual pessoa que teria levado a menor embora. A partir disso, iniciamos a investigação e confirmamos que a procedência da denúncia”, revela.

Durante as investigações, segundo o delegado, foi descoberto que a mãe da adolescente sabia do envolvimento da filha com o suspeito e tentou desviar o foco da investigação com uma falsa versão para o desparecimento da garota.

“Descobrimos que o padrasto já estava morando em Vilhena e tinha vendido alguns pertences em Rolim de Moura com o objetivo de fixar moradia no Cone Sul. A mãe também teria vendido alguns pertences para ir embora. Ainda foi apurado que a própria mãe inventou uma história de que a menor teria fugido para São Miguel do Guaporé (RO), com outro adolescente”, relata.

Após a descoberta do paradeiro do suspeito e da adolescente, foi pedido um mandado de prisão para o homem, que foi expedido pela Justiça. O homem foi preso na rodoviária interestadual de Vilhena e encaminhado para a delegacia da cidade, onde confessou o crime.

 “Ele e a menina confirmaram que estavam mantendo um relacionamento amoroso há cerca de oito meses”, revela Bacarini.

Ainda de acordo com o delegado, a suspeita é que a adolescente esteja grávida do próprio padrasto. “Incialmente, segundo informações da menina, da mãe e do suspeito, a menor está com a menstruação atrasada alguns dias, com isso, a suspeita é que ela estava grávida do próprio padrasto”, explica.

De acordo com Alexandre Bacarini, o inquérito foi enviado nesta quinta-feira (14) para o Ministério Público (MP). “Agora o órgão tem cinco dias para denunciar o homem e provavelmente a mãe também”, revela.

O homem permanecerá preso em Vilhena até decisão da Justiça.

Fonte: G1

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *