Policial

Chefe de facção criminosa do Ceará é preso em Rondônia quando fugia para Bolívia

De acordo com a Polícia Civil do Ceará, o suspeito responde por latrocínio, homicídios, tráfico de drogas e crime contra a administração pública.

O chefe de uma facção criminosa do Ceará foi preso na noite deste domingo (3) na cidade de Buritis, em Rondônia, onde se preparava para fugir para Bolívia. De acordo com a Polícia Civil do Ceará, Edgly Dutra Barbosa, 36 anos, conhecido como “Dudeca”, responde a sete procedimentos policiais por latrocínio, homicídios, tráfico de drogas e crime contra a administração pública. Barbosa está no sistema prisional de Rondônia e deve ser transferido para o Ceará.

Segundo a Polícia Civil, as investigações começaram em março deste ano e os agentes descobriram onde Barbosa estava.

“Descobrimos que ele estava morando no Pará. Ele alternava entre as cidades de Castanhal e Capanema, que são próximas a Belém, daí, intensificamos as investigações e identificamos que ele já estava em Itaituba, ainda no Pará, e se preparava para fugir para a Bolívia, onde tentaria estabelecer residência”, disse Harley Filho, titular da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

Após conseguirem informações de que o fugitivo morava na cidade de Itaituba, os investigadores do Ceará entraram em contato com os policiais de Rondônia informando sobre o caso. Durante as buscas, os agentes de Rondônia encontraram Barbosa em um restaurante em Buritis. O suspeito tentou fugir pegando um táxi, mas foi preso.

FONTE: G1/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade