Quase 55% defendem que Lula seja preso e 89% querem processo contra Temer, diz Datafolha

Escrito por
Atualizado: outubro 2, 2017

(Reuters) – Para 54 por cento da população, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deveria ser preso pelos fatos revelados pela operação Lava Jato, enquanto 89 por cento defendem que a Câmara dos Deputados autorize abertura de processo contra o presidente Michel Temer por organização criminosa e obstrução de Justiça, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira.

De acordo com o levantamento, publicado pelo jornal Folha de S.Paulo, 40 por cento consideram que não há motivos para a prisão de Lula, que já foi condenado em primeira instância pelo juiz Sergio Moro a 9 anos e meio de prisão no âmbito da Lava Jato, mas com direito a recorrer em liberdade.

Apesar da condenação, Lula (PT) continua na liderança de possíveis cenários para a corrida presidencial de 2018, com pelo menos 35 por cento das intenções de voto em primeiro turno, segundo pesquisa Datafolha divulgada no fim de semana.

O apoio à prisão do petista aumenta de acordo com o grau de instrução dos entrevistados, sendo de 69 por cento entre os que têm nível superior e de 37 por cento entre os com nível fundamental.

Já quanto ao presidente Temer, o levantamento divulgado nesta segunda-feira apontou que apenas 7 por cento dos entrevistados são contra a aprovação da denúncia contra ele na Câmara, enquanto 89 por cento defendem que o peemedebista seja processado.

Temer foi acusado no mês passado pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot por obstrução da Justiça e de ter atuado como líder de organização criminosa. Para ir a julgamento, a denúncia precisa ser aprovada pela Câmara dos Deputados, a quem cabe autorizar ou não o Supremo Tribunal Federal a analisar a acusação.

O Datafolha também apontou que a reprovação ao governo Temer atingiu 73 por cento, ante 69 por cento em junho, registrando a maior reprovação para um presidente desde a redemocratização no país.

Apenas para 5 por cento o governo Temer é otimo ou bom, ante 7 por cento em junho. Os números estão em linha com outros levantamentos sobre a popularidade do presidente divulgados recentemente.

A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro, com 2.772 entrevistados, em 194 cidades, e tem margem de erro de 2 pontos percentuais, de acordo com a Folha.

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *