Preço ao produtor dispara 50% e feijão pode ficar mais caro nas prateleiras

Escrito por
Atualizado: novembro 28, 2019

“Os preços ao produtor de feijão carioca subiram quase 50% em apenas um mês, para uma média de R$ 245 a saca em novembro. O número é cerca de 150% maior do que o verificado no mesmo período de 2018, segundo dados do Instituto Brasileiro de Feijão e Pulses (Ibrafe). O reflexo dessa disparada deve ser visto pelo consumidor brasileiro em, no máximo, 15 dias, de acordo com o jornal Valor Econômico.

A alta no campo reflete uma oferta abaixo da esperada na terceira das três safras da atual temporada. O principal motivo é o clima no Paraná e no interior de São Paulo. Os estoques estão baixos em virtude de estiagens que também afetaram a primeira e a segunda safras. Conforme o Ibrafe,  se somadas as três safras, a produção ficou em 1,9 milhão de toneladas, para um consumo de 2,2 milhões.

Há, contudo, uma esperança: as indústrias não repassarem integralmente o aumento de custo, como vem ocorrendo desde o ano passado devido à queda do poder aquisitivo. O feijão carioca tem peso 0,179% no IPCA, sendo componente essencial do grupo de alimentos.”

FONTE: GAZETA DO POVO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.