Ouvidoria pede afastamento de 6 PMs envolvidos nas mortes em baile de Paraisópolis

Escrito por
Atualizado: dezembro 2, 2019

A Polícia Militar informou que está investigando possíveis excessos e que um inquérito na Polícia Civil apura a o caso

A Ouvidoria das Polícias do Estado de São Paulo pediu o afastamento de seis policiais militares que participaram da operação em baile funk na favela de Paraisópolis no domingo (1), resultando na morte de nove jovens. Familiares de vítimas e sobreviventes acusam os agentes de terem encurralado o público do baile em vielas, para depois agredi-los.

“É preventivo afastar os policiais envolvidos na ocorrência em razão da complexidade dela”, afirmou o ouvidor, Benedito Mariano. A Polícia Militar informou que está investigando possíveis excessos e que um inquérito na Polícia Civil apura a o caso.

Ao menos nove pessoas morreram e duas ficaram feridas na Operação Pancadão realizada pela Policia Militar de João Doria. A versão de jovens que estavam no local é que a PM chegou atirando no público do baile, além de atacarem com spray de pimenta e bombas. “Chegaram atirando em todo mundo. A gente estava no baile e primeiro veio a bomba. Começaram a cair as pessoas, passando mal, e a desmaiar, sendo pisoteadas. Ficamos encurralados”, disse um jovem que estava no local.

 

FONTE: REVISTA FORUM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.