Neymar vai processar Najila, que pode ser presa por falsa denúncia

Escrito por
Atualizado: agosto 9, 2019

MP confirmou a decisão da Polícia. Não houve estupro de Neymar.  Najila deverá ser processada por falsa denúncia . Pena de dois a oito anos

O cerco vai se fechando sobre Najila Trindade.

Depois de agentes da Sexta Delegacia da Defesa da Mulher investigarem por quase dois meses, veio a decisão de não indiciar Neymar por estupro e agressão, acusações feitas pela modelo. De maneira oficial, em Boletim de Ocorrência, no dia 31 de maio.

A titular da Sexta Delegacia, Juliana Lopes Bussacos, não poderia ser mais direta. Falta de provas e incongruências, versões confusas, contraditórias da modelo.

O caso foi arquivado.

A esperança de Najila passou a ser o Ministério Público.

Afinal, promotoras cuidavam do caso.

Ou seja, mulheres.

Elas poderiam se solidarizar com as declarações da mulher que se disse estuprada e agredida pelo jogador em Paris.

Além disso, a própria Najila falou com todas as letras ao SBT, quando as investigações já apontavam que o jogador não seria indiciado por estupro.

“A polícia está comprada, né?”

Só que as promotoras Estefânia Paulin e Flávia Merlini do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid), do Ministério Público Estadual também desconstruíram as acusações de Najila.

“Ela não produziu nenhuma prova que ela disse que tinha. A delegada pediu para ela plugar o celular a um computador para ela ver o vídeo e ela não quis fazer isso. Ela não quis entregar o celular também, depois ela disse que ele foi furtado”, disse Flávia.

Essa postura absurda de Najila tirou todo o crédito de suas palavras para a Polícia e para o Ministério Público. Assim como também para seus três primeiros advogados, que desistiram quando ela não mostrou o vídeo que jurava ter gravado, comprovando a agressão de Neymar.

Nos 61 segundos expostos para o mundo o que se viu foi Najila estapeando Neymar no rosto. A agressora foi ela.

“O que se comprovou foi que houve a lesão corporal, que os tapas, a vermelhidão ocorreram para satisfação de ambas as partes. Os laudos oficiais não comprovaram as agressões alegadas por ela. Isso não é suficiente para comprovar o ato do estupro”, garantiu Estefânia.

Os tapas a que ela se referia foram nas nádegas da modelo. De acordo com Najila, Neymar bateu sem o seu consentimento. Já o jogador insistiu que foi ela quem deu ideia dos tapas. No depoimento que o atleta deu à Sexta Delegacia de Proteção da Mulher, ela “pedia mais tapas”.

O Ministério Público seguiu o mesmo caminho da Polícia. Pedindo o arquivamento do caso, inocentando Neymar.

Agora, virou uma questão apenas burocrática.

Neymar não será acusado de estupro e agressão.

Mas Najila enfrentará um processo por ‘denunciação caluniosa’.

Ou seja, os advogados de Neymar quer que ela pague na justiça por, supostamente, ter mentido.

A pena para a pessoa condenada fica entre dois a oito anos de reclusão, mais multa.

O pai de Neymar quer ir às últimas consequências contra Najila e advogado

O pai de Neymar quer ir às últimas consequências contra Najila e advogado

Reprodução/Band

A ação se faz necessária para que o caso não atrapalhe o jogador a seguir faturando em publicidade.

É o primeiro passo para a recuperação de sua imagem.

E o pai do atacante, que toma todas as decisões fora do campo para o filho, promete ser implacável com o primeiro advogado de Najila, José Edgard Bueno,

Ele o processará por tentativa de extorsão. De acordo com Neymar da Silva, ele queria dinheiro para quer Najila não acusasse o filho de estupro.

A acusação de crime virtual, no Rio de Janeiro, por Neymar expor fotos distorcidas de Najila nua, que ela enviou ao atacante, e a troca de mensagens eróticas entre os dois, foi assumida por dois funcionários que trabalham para o jogador.

Além de legalmente se preparar para enfrentar uma guerra, Najila já foi condenada pela opinião pública.

Ela sofreu uma ação de despejo, por falta de pagamentos de R$ 26 mil de aluguéis.

Najila. Xingada na rua. Tratamento psicológico. Despejada

Najila. Xingada na rua. Tratamento psicológico. Despejada

Reprodução SBT

Mora em um lugar mais simples.

Mas evita sair na rua.

Porque tem sido ofendida, xingada.

Está indo a psicólogo.

Tomando remédios.

Se diz abalada psicologicamente.

E tudo deve piorar.

A Polícia e o Ministério Público garantem.

Não há prova alguma.

Neymar está livre da acusação de estupro.

De vítima, Najila será ré.

Correndo o risco de enfrentar ser presa.

Por falso testemunho.

Com pena de dois a oito anos de reclusão…

FONTE: R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.