Homem ameaça divulgar nudes e é preso por ‘estupro virtual’ em Teresina

Escrito por
Atualizado: agosto 4, 2017

As primeiras imagens íntimas foram tiradas sem autorização da vítima, enquanto ela dormia, e foram usadas para chantagear a mulher.

Um homem foi preso em Teresina na manhã desta sexta-feira (4) pelo crime de ‘estupro virtual’, segundo a Polícia Civil do Piauí. O crime consiste em obrigar alguém a realizar atos libidinosos sob chantagem ou ameaça. O homem teria feito imagens da vítima enquanto ela dormia, em junho deste ano, e depois ameaçado divulgar, para que ela fizesse o registro de momentos íntimos e lhe enviasse os arquivos.

Segundo a polícia, o crime cometido pelo homem ainda é de pouco conhecimento no Brasil. Embora o “estupro virtual” não esteja previsto na lei nestes termos, o crime de estupro descrito no artigo 213 do Código Penal, pelo qual o homem foi preso, já prevê a pena para quem força alguém a praticar qualquer tipo de ação de cunho sexual, contra sua vontade, sob ameaça ou uso de violência.

A Polícia Civil diz ainda que o estupro virtual é “uma forma de exploração sexual ou pornográfica, em troca da preservação em sigilo de imagem ou vídeo da vítima em nudez total ou parcial, ou durante relações sexuais, previamente guardadas”.

A polícia ainda não esclareceu qual a relação entre vítima e suspeito neste caso. Com o homem preso, foram apreendidos um computador, celulares e pen drives. O delegado Daniel Pires, da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, foi o responsável pela investigação.

Neste caso, após a obtenção das imagens íntimas da vítima, o homem criou uma conta falsa em uma rede social e manteve contato com ela, para pedir novas imagens. Ele chegou a criar uma segunda conta anônima com imagens da moça e de seu filho e a ameaçou dizendo que divulgaria o perfil para familiares e amigos, caso não recebesse novas ‘nudes’.

O homem foi preso em cumprimento a mandado de prisão e de busca e apreensão, pelo crime de estupro.

Fonte: G1

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *