Fundador da Gol fecha delação premiada e cita Temer e Cunha

Escrito por
Atualizado: maio 14, 2019

Henrique Constantino já admitiu crimes para obter privilégios na liberação de dinheiro de empréstimos da Caixa. Outros políticos também foram citados

A Justiça Federal do DF homologou uma delação premiada feita pelo empresário Henrique Constantino com o Ministério Público Federal, em que ele cita suspeitas envolvendo o ex-presidente Michel Temer. Constantino é um dos fundadores da Gol Linhas Aéreas e teria pago propina para obtenção de empréstimos para a BRVias, uma outra empresa da família.

O acordo foi aceito pelo juiz Valisney de Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, e o conteúdo da delação está em segredo de Justiça e citaria outros políticos como os ex-presidentes da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha e Henrique Alves.

O empresário já era réu na operação Cui Bono, uma investigação que é um desdobramento da Operação Lava Jato, em que já existem denúncias contra Geddel Vieira Lima, Eduardo Cunha, Fábio Cleto e Lúcio Bolonha Funaro, e que citam diversos outros empresários e políticos.

Nesta operação, o fundador da Gol admitiu ter cometido crimes em troca de privilégios na liberação de recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e de recursos emprestados pela Caixa Ecônomica Federal com a ajuda de políticos e outros servidores públicos.

Não há ainda informações das condições que beneficiariam Constantino com a homologação da delação, que teria sido aceita por estar acompanhada de documentos e provas em relação as acusações que faz.

Por meio de nota, o advogado Alexandre Wunderlich, que representa Henrique Constantino, afirmou que “em razão do sigilo dos autos, a defesa de Henrique Constantino não se manifestará”.

R7 procurou também o advogado de Michel Temer, mas até a publicação desta reportagem, não recebeu nenhuma resposta.

FONTE:  R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.