Fragmentos de óleo são encontrados em praia de Vitória e encaminhados para análise

Escrito por
Atualizado: novembro 16, 2019

O material foi encontrado na sexta-feira (15). Ainda não há confirmação se as amostras são da mesma substância que contaminou praias do Nordeste do país.

Os fragmentos de óleo continuam se espalhando por praias do Espírito Santo e, pela primeira vez, pequenas amostras foram recolhidas na praia de Camburi, em Vitória, nessa sexta-feira (15). O material foi encaminhado para análise da Marinha e ainda não há confirmação se é a mesma substância que contaminou praias do Nordeste.

Neste sábado (16), a Marinha informou que um contingente de marinheiros está fazendo buscas por fragmentos de óleo na região da Grande Vitória. A instituição explicou que essa ação é em caráter preventivo, porque o material recolhido na praia de Camburi ainda não foi recebido pela nem analisado pela Marinha.

A presença de óleo no Espírito Santo já foi confirmada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em 13 praias dos municípios de São Mateus, Linhares, Conceição da Barra e Aracruz, todas cidades no Norte do estado.

Na última quinta-feira (14), pequenas amostras de óleo foram encontradas pela primeira vez em uma praia da Grande Vitória. Os fragmentos recolhidos na praia de Jacaraípe, na Serra, foram encaminhados para análise e o resultado ainda não foi divulgado.

Praia de Camburi

O material recolhido em Vitória foi encontrado durante o trabalho de monitoramento e limpeza de praias do projeto Pegada.

“Ainda não dá para confirmar se é o mesmo óleo, mas tem a consistência e o cheiro do material. Ele foi encaminhado para análise. A gente encontrou o fragmento no final da praia de Camburi”, contou o integrante do projeto Fabio Medeiros.

Monitoramento

A Marinha ainda informou que, na sexta-feira (15), as ações de monitoramento em praias dos municípios de Aracruz e Serra foram reforçadas por conta do deslocamento dos fragmentos em direção ao Sul do Espírito Santo.

Praias atingidas confirmadas pelo Ibama

  • Itaúnas – Conceição da Barra
  • Guriri – São Mateus
  • Pontal do Sul – São Mateus
  • Barra Nova – São Mateus
  • Praia do Bosque – São Mateus
  • Urussuquara – São Mateus
  • Pontal do Ipiranga – Linhares
  • Degredo – Linhares
  • Monsarás – Linhares
  • Povoação – Linhares
  • Regência – Linhares
  • Praia Formosa – Aracruz

Desova de Tartarugas

Os fragmentos de óleo já atingiram a praia de Regência, em Linhares, é um dos principais pontos de desova de tartarugas do Brasil. Homens das Forças Armadas e equipes de limpeza da prefeitura retiraram quase 200 quilos do material nas praias de Linhares, parte dele estava perto da foz do Rio Doce.

Há quatro anos, a localidade foi atingido pela lama de rejeito de minério após o rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, em Minas Gerais. Na época, os biólogos retiraram ovos dos ninhos e levaram para outro lugar, onde a lama ainda não tinha chegado.

Desta vez, os biólogos explicam que isso só será necessário se o óleo impedir o acesso dos filhotes ao mar. A tartaruga gigante é uma espécie ameaçada de extinção, que desova regularmente em Regência.

Os técnicos do Projeto Tamar monitoram as praias dia e noite de olho nas manchas de óleo e nos rastros das tartarugas.

Manchas de óleo

As manchas de petróleo em praias do Nordeste começaram a aparecer no dia 30 de agosto, na Paraíba. A substância é a mesma em todos os locais: petróleo cru. O fenômeno tem afetado a vida de animais marinhos e causado impactos nas cidades litorâneas.

O Espírito Santo é o 10º estado brasileiro a ser atingido pelo óleo. Já foram afetados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

FONTE: G1.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.