Trump promete acabar com “injusta difamação” da polícia nos EUA

Escrito por
Atualizado: maio 18, 2017

Trump pediu o fim das “declarações de incitação” que aumentam o risco para policiais, em aparente referência a movimentos como o “Black Lives Matter”

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu nesta segunda-feira que os policiais do país serão tratados de forma justa durante seu governo, após terem sido submetido a uma “injusta difamação” por causas das tensões com comunidades negras em várias cidades do país.

“Será uma prioridade pessoal de meu governo garantir que nossos policiais sejam tratados de forma justa, com a honra e o respeito que merecem”, disse Trump durante uma cerimônia de homenagem a agentes de segurança mortos em serviço.

“Vivemos em uma era na qual nossa polícia se submete a uma injusta difamação e difamação, ou ainda pior, à hostilidade e à violência”, completou o presidente em discurso em frente à escada do Capitólio, em Washington.

Trump afirmou que os EUA registraram o maior número de policiais em emboscadas nos últimos 20 anos. Para o presidente, chegou a hora de “dizer basta” e proteger esses agentes.

“Os ataques à nossa polícia são uma mancha na nossa sociedade. Os senhores (os policiais) são a fina linha azul entre a civilização e o caos”, afirmou Trump no evento.

O presidente também pediu o fim das “declarações irresponsáveis de incitação” que aumentam o risco para os policiais, em uma aparente referência a movimentos como o “Black Lives Matter”, que denuncia o aumento da violência de agentes contra negros.

Além disso, Trump reforçou a necessidade de libertar a sociedade do crime da violência, promovendo uma luta especialmente dura contra o crime organizado.

“A MS-13 vai estar fora de nossas ruas muito em breve. Acreditem em mim”, afirmou Trump, em referência à Mara Salvatrucha, uma quadrilha criada nas ruas de Los Angeles e que ganhou força na América Central, especialmente em El Salvador.

Trump anunciou que a Casa Branca será iluminada de azul em homenagem aos policiais mortos em serviço.

Fonte: Exame.com

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *