Mundo

Índia confirma que 76 soldados foram feridos em conflito com China

É o pior incidente na fronteira com a China em 45 anos, no qual morreram 20 militares indianos e que aumentou a tensão entre os dois países3

O Exército da Índia confirmou, nesta sexta-feira (19), que 76 soldados ficaram feridos na segunda-feira passada, durante o pior conflito na fronteira com a China em 45 anos, no qual morreram 20 integrantes das Forças Armadas indianas e que aumentou a tensão entre os países.

Nenhum dos 76 soldados feridos “está em estado crítico no momento, todos estão estáveis”, afirmaram à Agência Efe fontes do Exército indiano. Segundo os informantes, 18 soldados permanecem em um hospital em Leh, perto do local do incidente na fronteira ocidental no Himalaia entre China e Índia, e 58 em outros centros.

O grupo de soldados internados em Leh “ficará de baixa por 15 dias”, enquanto o resto “deve voltar ao trabalho em uma semana”.

Todos ficaram feridos durante o “grave confronto” com militares chineses na noite de segunda-feira no vale de Galwan, no Himalaia ocidental.

China não confirma mortos ou feridos

O incidente ocorreu durante uma desescalada militar combinada por ambos os países em 6 de junho, após outro conflito no início de maio, que não deixou vítimas, na linha divisória entre a China e o estado indiano de Sikkim, no norte.

Embora o governo da Índia tenha afirmado que as forças chinesas também tiveram baixas, Pequim ainda não confirmou a informação. O caso elevou a tensão entre os países, que se reuniram nesta semana para tentar atenuar o conflito, apesar das acusaçoes mútuas sobre a responsabilidade pelo incidente.

O governo indiano acusou o vizinho de romper “unilateralmente o status quo” da fronteira, enquanto a China disse que os soldados da Índia entraram de forma ilegal no território e “provocaram e atacaram” militares.

FONTE: EFE

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com