Mundo

Coronavírus fecha fronteiras e muda hábitos pelo mundo

Doença já derrubou mercados e fez países vizinhos fecharem suas fronteiras, numa tentativa de conter o surto, que a OMS evita classificar como ‘pandemia’

O surto global de coronavírus ainda não pode ser qualificado com uma “pandemia” segundo a Organização Mundial de Saúde, mas o medo de que a doença saia do controle já causa profundos efeitos econômicos e geopolíticos, que vão de quedas na bolsa e no turismo ao simples fechamento de fronteira.

As medidas para reduzir o alcance do vírus que se originou na China já fizeram com que diversos navios com casos suspeitos tivessem de permanecer isolados. Países deixaram de receber voos de Wuhan, província chinesa onde o surto se iniciou.

Agora, no entanto, países vizinhos de locais onde os casos estão aumentando passaram a fechar suas fronteiras. O coronavírus já infectou cerca de 80 mil pessoas e matou pouco menos de 3 mil no mundo, cerca de 90% delas na China.

Turquia fecha fronteiras com o Irã

O último país a fazer isso foi a Turquia, que proibiu a entrada de pessoas provenientes do Irã, onde pelo menos 15 pessoas já morreram por causa da doença e centenas de casos suspeitos estão sendo analisados.

Nesta terça-feira (25) um voo de emergência que levava 132 pessoas do Irã para a Turquia pousou em Ancara e todas as pessoas a bordo, incluindo passageiros e a tripulação, foram colocados de quarentena pelos próximo 14 dias.

O Paquistão também fechou sua fronteira com o Irã, num esforço de aumentar a prevenção contra a doença. A medida causou uma imensa fila de caminhões e ônibus na estrada que atravessa a divisa entre os dois países.

Cidades isoladas na Itália

Já na Itália, onde acontece o maior surto do coronavírus na Europa, com quase 300 casos já confirmados e 11 mortes, diversas cidades foram simplesmente isoladas pelo governo.

Pelo menos 11 pequenas cidades e vilas em regiões do norte da Itália estão nessa situação. Daniele Saltarelli, prefeito de Castelgerundo, uma das cidades que estão de quarentena, disse que se sente como se estivesse “numa jaula”.

Fronteiras ainda abertas na Europa

A União Europeia anunciou que, neste momento, as fronteiras dos países que pertencem ao bloco vão permanecer abertas. Há, no entanto, casos de testes positivos para o vírus registrados na Espanha, Áustria, Croácia e na Suíça, que fica geograficamente no meio da UE, mas não faz parte do grupo.

Na última semana, a Rússia já havia anunciado o fechamento de suas fronteiras para cidadãos vindos da China, como medida para se prevenir contra o coronavírus.

FONTE:  R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com