Mundo

Colômbia ultrapassa 10 mil mortes causadas pelo coronavírus

País se aproxima de 300 mil casos de covid-19; maior parte dos infectados pela doença está na capital, Bogotá, mas a pandemia atinge todo o território

A Colômbia chegou nesta sexta-feira (31) a 10.105 mortes por covid-19, após ter registrado mais 295 nas últimas 24 horas, segundo a contagem de casos do novo coronavírus divulgada pelo Ministério da Saúde do país.

Ao todo, o governo já contabilizou 295.508 casos, 9.888 deles confirmados desde a quinta-feira. Bogotá, com 2.746 óbitos, e Barranquilla, com 1.473, são as duas cidades com mais vítimas.

Os números oficiais detalham que 130.403 casos estão ativos, que correspondem a 44,13% do total de contágios, enquanto o número de pessoas que se curaram da doença aumentou para 154.387 (52,2%), com 5.692 recém-recuperados.

Bogotá supera 100 mil casos

Além de ser a cidade com mais vítimas da covid-19, Bogotá também lidera no número de casos, com 191.955 confirmados desde o início da pandemia, 3.717 nas últimas 24 horas.

Os principais focos da doença na Colômbia são Bogotá e os departamentos de Atlântico (52.313 casos), Antioquia (32.759), Valle del Cauca (24.660), Bolívar (18.240), Cundinamarca (8.500), Nariño (7.970), Magdalena (6.138), Sucre (5.928) e Córdoba (5.538).

Os números divulgados nesta sexta-feira confirmam o avanço imparável da pandemia no país, enquanto em outras regiões, como os departamentos de Atlântico e Bolívar, parecem já ter alcançado o pico. A situação piora em Antioquia, Norte de Santander e Córdoba.

Em Montería, capital de Córdoba, o coronavírus SARS-CoV-2 tem uma taxa de letalidade de 10,44%, três vezes maior do que a média nacional, de 3,43%. Em Cúcuta, capital de Norte de Santander, as unidades de terapia intensiva (UTI) estão quase sobrecarregadas.

Em Antióquia, o governador em funções, Luis Fernando Suárez, diagnosticado com Covid-19 no dia 23 de julho, foi internado nesta sexta-feira com dificuldades respiratórias.

Mudança na contagem

O Instituto Nacional de Saúde (INS) informou que a partir deste sábado apresentará de outra forma o número diário de mortes, detalhando quantas correspondem ao dia e quantos óbitos ocorreram em datas anteriores. Com o novo modelo, entre os 295 mortos anunciados nesta sexta-feira, 265 correspondem a dias passados.

FONTE: EFE

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com