Interior

VILHENA: Cidade começa mês de setembro coberta por fumaça das queimadas

Apesar da recente e breve chuva, a fuligem continua assolando moradores de todo o município

A cidade de Vilhena iniciou o dia nesta quinta-feira (03 de setembro) cheia de fumaça. Ruas estavam embaçadas com a camada cinza, o ar seco e pesado. Moradores divulgaram em redes sociais fotografias da situação, indignados com a falta de respeito daqueles que insistem em praticar queimadas durante o período.

Mas a dúvida frequente é: de onde está vindo tanta fumaça? O Jornal Folha de Vilhena esteve em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e, em entrevista com a Secretária Marcela Rodrigues de Almeida, teve acesso a algumas informações. Marcela relatou que o município recebe denúncias por meio da plataforma Guardiões da Amazônia, onde há imagens de satélite identificando focos de queimadas.

“No caso dessa grande fumaça que tem ocorrido no município, o satélite mostra que a maior parte vem do Mato Grosso. Também temos várias queimadas na zona rural (onde não é de competência da SEMMA). Nós fiscalizamos apenas a região urbana de Vilhena”, explicou a Secretária de Meio Ambiente.

Imagens retiradas do site de acompanhamento online 24h, Windy, mostram na manhã desta quinta-feira (03) diversos focos de incêndio próximos da cidade vilhenense, bem como espalhados pelo Estado do Mato Grosso (perto da fronteira com Rondônia). Outra imagem, revela a quantidade de CO² (gás carbônico) que está sendo liberado no ar perto da fronteira, e que depois se move por sobre a região do Conesul rondoniense durante os próximos três dias.

Somente em Vilhena, 10 processos por queimadas ilegais já estão prontos. Além disso, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente tem em mãos 76 relatórios de vistoria. O órgão, após receber a denúncia, desloca funcionários até o endereço depois que o incêndio se apaga e faz a identificação da área. Com o relatório em mãos, começa uma busca pelo proprietário do imóvel para que o auto de infração seja emitido. Somente então, o dono do terreno será efetivamente multado. Todo o procedimento é amparado pela Lei 5.038/2019.

Marcela Rodrigues explica que, como em alguns casos os terrenos são baldios, o processo demora ainda mais para ser completado. Isso porque, até a identificação do proprietário, um longo período já decorreu.

PROBLEMAS

As queimadas não apenas causam problemas ao ar, com a grande emissão de gás carbônico (CO²). Durante o período em que o Brasil enfrenta uma pandemia, problemas de saúde podem ser agravados pela poluição. Pessoas que possuem doenças respiratórias, crianças e idosos são os mais atingidos pela dificuldade em respirar a fumaça.

REPONSABILIZAÇÃO

Praticar queimadas atualmente é considerado crime. A multa pode chegar a 7 mil reais, além de detenção para o infrator. Denuncias podem ser realizadas pelos telefones da Polícia Ambiental (69) 3321-2129, pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (69) 3321-1144 ou pelo Corpo de Bombeiros (193).

FONTE: FOLHA DE VILHENA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com