Interior

Pequena Monte Negro é um exemplo na área da saúde e no combate ao Covid-19

Conheça as medidas tomadas pelo pequeno município para atender a zona urbana e rural

A área da saúde é um desafio para muitos gestores tanto do âmbito federal, quanto estadual e do municipal. O mais sentido é sempre no município, o responsável pela saúde básica.  Em Monte Negro, município da região do Vale do Jamari, as melhorias têm sido constantes e isso fez com que o município tivesse uma das menores incidências de Coronavírus.

Graças ao bom trabalho realizado pela equipe de profissionais de saúde, Monte Negro teve apenas 4 óbitos e de 286 casos confirmados de Covid – 19. Para evitar aglomerações, o setor da saúde implantou uma unidade especificamente para atender os pacientes suspeitos e confirmados de covid-19, fez atendimentos itinerantes, conversou abertamente com a população para conscientizar sobre as medidas de cautela e trabalhou junto aos idosos e demais pessoas do grupo de risco para continuar oferecendo apoio médico, com atendimentos a domicílio para diminuir a procura por atendimentos no hospital.

Segundo Edimara da Silva, secretária de saúde do município, os obstáculos foram muitos, mas os esforços dos servidores foram ainda maiores. “Graças a Deus tivemos todo o apoio necessário para realizar um bom trabalho. Infelizmente perdemos 4 pessoas para esta doença, mas foi realizado todo o possível para combater esta pandemia”.

MUDANÇAS ESTRUTURAIS
A prefeitura de Monte Negro percebeu que investir na estrutura dos lugares melhora não apenas o ambiente, mas o atendimento em si ao contribuinte.

Por conta das estruturas precárias antigas, a secretária de saúde conta que foram feitos grandes investimentos para reformar e equipar o hospital municipal e os postinhos.  “Hoje, se um cidadão precisar de um eletrocardiograma é só ir no postinho mais perto e ele conseguirá. Isso não se vê em todo município e não se via aqui antigamente”.

Segundo Edimara, faltam as reformas em alguns postinhos da zona rural. “Agora as emendas estão direcionadas para estas obras e logo, logo, poderemos entregar um atendimento ainda melhor para a nossa população da zona rural”.

DESAFIOS DO SETOR
Apesar do pequeno número de habitantes, o maior desafio do setor da saúde em Monte Negro seria o de dar condições as pessoas da zona rural, que são muitas, de terem um acesso fácil a saúde.  Embora a logística seja um problema em grande parte dos municípios de Rondônia, nesta cidade do Vale do Jamari a secretária garante que a saúde básica consegue atender bem todos os habitantes.
“Nós já fazíamos atendimentos itinerantes antes da pandemia e, com ela, se tornou mais necessário. Procuramos ouvir as reclamações e sempre aprimorar. Ainda estamos longe da perfeição, mas, com toda a certeza, estamos caminhando sempre para melhorar”, afirmou.

POSTINHOS DESATIVADOS
Segundo a população de Monte Negro houveram fechamento de dois postinhos de saúde na região.  De acordo com a secretária, os Postinhos do km 25 e km 74 foram desativados. A medida foi tomada por conta de várias notificações e recomendações de órgãos fiscalizadores para adequação do local dentro das normas sanitárias, já que estas normas não foram atendidas durante a construção dos postinhos.
Como o número de pessoas que procuravam por atendimentos nesta região era baixo, o atendimento deste público foi remanejado para a área urbana.

“Ocorre que, estes lugares possuem uma logística de acesso fácil e próximo à área urbana, após as reformas os atendimentos voltarão a estes locais de forma itinerante com atendimentos 1 vez na semana porque a quantidade de pessoas que residem nesta região não gera uma quantidade de atendimento suficiente para atendimento diário. Assim, a cidade não precisa deixar toda uma equipe de saúde de plantão nessas localidades, uma vez que podem estar sendo aproveitadas em locais com maior fluxo de atendimento”, com isso conseguiremos uma economia financeira o qual poderá ser utilizada para aquisições de equipamentos mais modernos para realização de exames, como aconteceu com as aquisições de Aparelhos de Eletrocardiogramas, autoclaves, seladoras, otoscópios entre outros para as Unidades de Saúde. explicou Edimara.

Vale frisar que apesar do fechamento, ela garante que ninguém ficou sem atendimento. “As pessoas que antes eram atendidas por estes postinhos agora recebem atendimento nos postos de saúde na área urbana”.

VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR DA SAÚDE
A secretária de saúde de Monte Negro Edimara da Silva ressaltou o trabalho feito junto aos servidores. “Nós, como servidores, sempre reclamamos de não haver apoio da administração para exercer um bom trabalho e, graças a Deus, nos últimos anos nós tivemos mais condições para atender a população de forma eficiente”, explicou.

Segundo ela, a valorização dos servidores foi de extrema importância para a melhoria do setor. Em Monte Negro, os servidores da saúde receberam um novo plano de salários e carreiras, atualizando e aumentando os salários de vários trabalhadores, alguns em quase 100%.

“Quando é dado ao servidor um local salubre para atender e quando o real valor do seu trabalho é pago, trabalhar torna-se um grande prazer e, quanto mais valorizados melhores se tornam os resultados e os atendimentos voltados à população.

FONTE: ASSESSORIA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com