Interior

CACOAL/VILHENA: Força tarefa realiza mais de três mil exames de ressonância nas regiões do Café e Sul de Rondônia

Até o momento, já foram atendidos 3.407 pacientes, dos sete mil que aguardam a realização do exame

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), montou uma estratégia para agilizar os exames de ressonância magnética, sem sedação, na segunda macrorregião do Estado, que abrange 32 municípios, de Cacoal a Vilhena. A ação começou em novembro do ano passado. Até o momento, já foram atendidos 3.407 pacientes, dos sete mil que aguardam a realização do exame.

“Nós zeramos a fila na região Madeira-Mamoré, em julho do ano passado. Agora, vamos zerar também nessa região. Sabemos a importância desse procedimento, e estamos dando total atenção a essas pessoas que estão na fila há mais de dois anos”, destacou o secretário de Saúde, Fernando Máximo.

De acordo com a gerente estadual de regulação, Kênia Ribeiro, esse trabalho será contínuo. “Sabemos que esse exame é de alta complexidade, e estávamos com uma grande fila de espera.  Com essa ação da Secretária de Saúde, conseguimos atender mais de três mil agendamentos em três meses. Lembrando que é importante o paciente manter o número de telefone atualizado no cadastro feito na Unidade Básica de Saúde, pois nossa equipe irá entrar em contato através desse telefone cadastrado”, disse Kênia Ribeiro.

“Nós fizemos o levantamento do número de pessoas e, de acordo com o Sistema Estadual de Regulação (Sisreg), cerca de sete mil aguardavam na fila de espera que é contínua, todos os dias entram mais pacientes. Nossa equipe vai entrar em contato com todos para informar a data do procedimento de cada pessoa”, ressaltou a gerente de estadual de regulação.

Na primeira etapa dessa ação, em julho do ano passado em Porto Velho e que atendeu pacientes de 29 municípios das regiões Central, Vale do Anari e Madeira-Mamoré, foram realizados mais de dois mil exames de ressonância. Foram atendidos pacientes que aguardavam desde 2017. Atualmente, nestas regiões, quem precisa fazer o procedimento aguarda em torno de uma semana, isso só foi possível após zerar a fila de agendamentos.

FONTE:  SECOM/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com