Geral

Polícia Federal prende suspeitos por brasileira desaparecida nos EUA

Operação foi feita em cooperação com polícia do Espírito Santo e polícia de Los Angeles, com apoio de agências de segurança dos dois países

A Polícia Federal informou neste sábado (22) que participou da prisão de dois homens suspeitos do desaparecimento da brasileira Ana Paula Braga, de 23 anos, no último dia 30 de janeiro, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A prisão aconteceu em Cariacica (ES) e os homens são brasileiros.

De acordo com a imprensa local de Los Angeles, Ana Paula está desaparecida. Seu carro foi encontrado e posteriormente foi localizado um corpo que poderia ser da brasileira. Investigadores americanos também apreenderam um vídeo que mostra uma mulher ensanguentada, deitada de bruços, com um cinto e um fio elétrico enrolados no pescoço. Eles acreditam que a mulher pode ser Ana Paula.

A operação que prendeu os suspeitos foi feita em cooperação entre a PF agências de segurança pública dos dois países.

Segundo a PF, a fuga dos suspeitos dos EUA foi cinematográfica. Os homens seguiram no automóvel da vítima após o crime, carregando seu corpo, em uma viagem de duas horas, até abandoná-lo na cidade californiana de Hot Springs. Ainda no automóvel da vítima, foram ao Estado de Oklahoma, e mais tarde, de ônibus, para o Texas. A fuga contou ainda uma travessia terrestre para o México, de onde, a partir da capital, Cidade do México, vieram de avião ao Rio de Janeiro.

Durante todo esse tempo, a dupla pressionou e extorquiu, tanto os próprios familiares quanto parentes da vítima, para levantar recursos para a fuga.

Ao ser acionada, a PF passou a monitorar os acusados e manter contatos com as autoridades norte-americanas. Enquanto a PF seguia os fugitivos, a LAPD (Los Angeles Police Department) investigava as circunstâncias do crime e da fuga, nos Estados Unidos. Os contatos entre as agências eram feitos pelo Serviço de Segurança Diplomática do Consulado Americano no Rio de Janeiro e pelo adido da Polícia Federal em Washington.

A operação de captura foi montada após a confirmação de que os suspeitos estavam em Cariacica e teve participação do Grupo Integrado de Operações de Segurança Pública do Espírito Santo.

A prisão temporária dos fugitivos foi decretada e eles foram capturados pelo 7º Batalhão da Polícia Militar do Estado.

FONTE: R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com