Governadores da Amazônia Legal discutem novos projetos de desenvolvimento sustentável para a região

Escrito por
Atualizado: julho 12, 2019

Governador de Rondônia cita a importância de novas políticas para o desenvolvimento da Amazônia Legal

O desenvolvimento sustentável da região amazônica foi debatido nesta semana por governadores e representantes de seis estados durante reunião agendada pelo ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

No encontro, o ministro ressaltou que sua pasta quer aperfeiçoar a relação entre os executivos federal e estaduais, para que ações fomentem o fortalecimento regional. “Precisamos de um novo olhar para a Amazônia Legal, resultados efetivos no desenvolvimento local, até porque estes estados têm praticamente as mesmas dificuldades”, pontuou.

O governador de Rondônia, Marcos Rocha explicou que há diversos interesses sobre a região amazônica e que ela não pode mais ficar estagnada por falta de uma gestão correta. “Nós temos áreas que podem ser alteradas, inclusive no mapa de zoneamento, temos cerrado que não tem mata, temos áreas que foram degradadas e não são utilizadas. Basta ter critério para manter a floresta, mas que a população se desenvolva”, disse.

Os governadores encaminharam em consenso pedido ao ministro para obterem maior protagonismo nas decisões sobre o Fundo da Amazônia. Para eles, este recurso é imprescindível neste momento de ajustes econômicos de cada unidade federativa. No dia anterior, Salles recebeu ministro da Cooperação Econômica e do Desenvolvimento da Alemanha Gerd Müller. Alemanha e Noruega compõem 99% dos recursos do montante de financiamento.

O Fundo Amazônia pode utilizar até 20% dos seus recursos para apoiar o desenvolvimento de sistemas de monitoramento e controle do desmatamento em outros biomas brasileiros e em outros países tropicais.

Além de representantes dos estados do Amazonas, Acre, Amapá, Rondônia, Roraima e Mato Grosso também participaram do encontro, representantes do Ibama, ICMbio, secretários de planejamento e de meio ambiente estaduais e representantes de autarquias envolvidas com a questão ambiental.

 

FONTE: SECOM/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.