Em 2017, Dallagnol divulgou elogios de Glenn Greenwald sobre Lava Jato

Escrito por
Atualizado: junho 12, 2019

Dallagnol compartilhou vídeo no Facebook, ‘Renomado jornalista’, descreveu procurador, Glenn disse considerar Lava Jato ‘corajosa’

O jornalista Glenn Greenwald, criador do The Intercept –site que divulgou conversas entre o ministro Sergio Moro (Justiça) e o procurador Deltan Dallagnol no domingo (9.jun.2019)–, fez 1 discurso pró-Lava-Jato no Canadá em 2017. Na época, Dallagnol compartilhou o vídeo em seu perfil no Facebook.

A palestra foi realizada durante o Allard Prize, premiação a iniciativas contra a corrupção, em Vancouver. No início do discurso, Glenn afirma ter recebido mensagens pedindo que ele boicotasse o reconhecimento da operação.

Ele diz que não concordou com episódios da Lava Jato, e que escreveu sobre isso. Mas reconheceu o valor da operação e fez uma série de elogios ao trabalho dos que atuaram na força-tarefa.

“Assistir brasileiros numa jovem democracia colocando os seus bilionários mais poderosos na prisão e prendendo os políticos de todos os espectros partidários na prisão […] é algo que eu considero extraordinariamente corajoso”, afirmou Glenn.

Eis o vídeo publicado em 2017 por Dallagnol.

Junto com a publicação da peça em sua conta do Facebook, Dallagnol escreveu:

“O renomado jornalista Glenn Greenwald foi convidado para ser o palestrante da cerimônia de um prêmio a que a Lava Jato estava concorrendo em Vancouver, no dia 28 de setembro. Houve, contudo, uma campanha de algumas pessoas contra a premiação da Lava Jato. Na noite do prêmio, ele contou que recebeu mensagens pedindo que ele boicotasse o reconhecimento da operação, até porque ele próprio já havia discordado de alguns de seus episódios. Veja o que ele disse sobre isso.”

FONTE: PODER 360

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.