Dívida de concessionárias ameaça bancos e cofres públicos

Escrito por
Atualizado: abril 15, 2019

Montante chega a R$ 6 bilhões, BNDES é o mais prejudicado

Concessionárias de rodovias e aeroportos acumulam uma dívida de quase R$ 6 bilhões com bancos públicos. O principal deles é o BNDES (Banco de Desenvolvimento Econômico e Social). As informações foram divulgadas no jornal O Estado de S. Paulo nesta 2ª feira (15.abr.2019).

Quase 90% dessa dívida vem de 4 concessionárias: Viracopos, Via-040, Rota do Oeste e Concebra. De acordo com especialistas entrevistados pelo jornal, sem crédito no mercado e com problemas financeiros, os bancos públicos correm o risco de não receber todo o valor que foi emprestado.

O BNDES, banco mais prejudicado com essas dívidas, teve contratos formalizados durante os governos do ex-presidentes petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Caso o poder público comece a fazer uma retomada do ativo, as agências teriam de calcular o valor dos investimentos não amortizados e fazer a indenização à concessionárias. É com esse dinheiro que as empresas pagariam suas dívidas. No entanto, o problema é que algumas das empresas têm dividas com o próprio poder público.

FONTE: PODER 360

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.