Geral

DE OLHO NA GRANA, GOVERNADORES E PREFEITOS QUEREM FATIAR CPMF

COM PIRES NA MÃO, GOVERNADORES QUEREM ‘RATEAR’ BILHÕES DA CPMF

Com pires nas mãos e enfrentando dificuldades até para pagar os salários dos servidores, os governadores comunicaram ao Palácio do Planalto a condição para pressionar suas bancadas a apoiar a aprovação da CPMF: o rateio dessa receita entre União, Estados e Municípios. A recriação do chamado “imposto do cheque” integra o pacote de maldades do governo, anunciado esta semana.

O governo Dilma pretendia recriar a CPMF com alíquota de 0,2% sobre operações financeiras, a pretexto de “financiar as aposentadorias”.

Com o olho gordo dos governadores e prefeitos, a alíquota da nova CPMF poderia praticamente dobrar para 0,38%.

Os governadores avaliam que seus problemas de caixa seriam resolvidos com o rateio da CPMF, estimada em cerca de R$ 70 bilhões.

Para ratear a CPMF, os governantes terão de “combinar com os russos”, representados pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Fonte: Diário do Poder

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
google.com, pub-7782545053471182, RESELLER, f08c47fec0942fa0 #adxnobeta google.com, pub-6305837203541982, RESELLER, f08c47fec0942fa0 #adsensenobeta advertising.com, 27019, RESELLER #VerizonVideonobeta adtech.com, 11471, RESELLER #VerizonDisplaynobeta rubiconproject.com, 20572, DIRECT, 0bfd66d529a55807 #rubiconnobeta rtbhouse.com, TDT9X1pgz7VI2ogjzQLQ, RESELLER #RTBHousenobeta criteo.com, 167147, DIRECT #Criteonobeta vdopia.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #video nobeta chocolateplatform.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #video nobeta vdopia.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #banner nobeta chocolateplatform.com, 15003, DIRECT, 49a66ce31a704197 #banner nobeta appnexus.com, 3153, RESELLER, f5ab79cb980f11d1 #nobeta152media appnexus.com, 10478, RESELLER, f5ab79cb980f11d1 #nobetaFI

BAIXE NOSSO APLICATIVO

TEMPO REAL

EM LINHAS GERAIS

TEIA DIGITAL

RESENHA POLÍTICA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com