Bolsonaro transfere Ancine para Ministério do Turismo

Escrito por
Atualizado: novembro 8, 2019

Ficava na pasta da Cidadania,  Mudança foi feita por decreto

O presidente Jair Bolsonaro transferiu a Ancine (Agência Nacional do Cinema) para o Ministério do Turismo, comandada por Marcelo Álvaro Antônio. A mudança foi feita por decreto publicado nesta 6ª feira (8.nov.2019) no Diário Oficial da União.

O documento (decreto nº 10.108) também foi assinado pelos ministros Osmar Terra (Cidadania), Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Jorge Antonio de Oliveira Francisco (Secretaria-Geral).

Foram remanejadas outras instituições:

  • Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional)
  • Ibram (Instituto Brasileiro de Museus)
  • Fundação Biblioteca Nacional
  • Fundação Casa de Rui Barbosa
  • Fundação Cultural Palmares
  • Fundação Nacional de Artes

Bolsonaro disse nessa 5ª feira que o ministro da Cidadania, Osmar Terra, estava muito sobrecarregado cuidando dessas instituições e, por isso, fez as mudanças.

Neste semana, o presidente também remanejou a Secretaria Especial de Cultura para o Ministério do Turismo. O chefe do Executivo anunciou que o dramaturgo Roberto Alvim comandará o órgão. Afirmou que Alvim terá carta branca para nomear a equipe. Em setembro deste ano, o dramaturgo se envolveu em uma discussão nas redes sociais após criticar a atriz Fernanda Montenegro, chamando-a de “mentirosa”. O diretor de teatro é discípulo do escritor Olavo de Carvalho. Defende o engajamento de artistas conservadores no governo.

“Ninguém mais do que nós queremos uma cultura sadia no Brasil. Eu vou deixar bem claro. A cultura tem que atender o interesse da maioria da população. Tem que ter 1 governo para atender o interessa da maioria da população”, afirmou Bolsonaro ao fazer o anúncio de que Alvim chefiaria a secretaria de Cultura –criada para substituir o extinto Ministério da Cultura.

Há ainda as seguintes controvérsias:

  • Funarte – na 2ª feira, o pianista Miguel Proença foi demitido do comando do órgão. Ao jornal Estado de S. Paulo, disse que defender a atriz foi determinante para o desligamento dele;
  • Ancine – o atual presidente da agência, Christian de Castro, está afastado do cargo desde agosto. Ele foi denunciado 3 vezes pelo Ministério Público por supostas irregularidades.

FONTE: PODER 360

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.