Geral

Bayern humilha Barcelona por 8×2 e avança à semifinal da Champions League

Time alemão deu aula para catalães e goleou por 8 a 2 no Estádio da Luz, em Lisboa. Manchester City e Lyon e definem adversário na próxima fase

Com dez títulos em campo, cinco para cada lado, o que se prometia era uma final de Champions League nesta sexta-feira (14), no Estádio da Luz, em Lisboa. Prometia. Com a bola rolando, o Bayern de Munique tratou de impor um futebol de excelência e humilhou o Barcelona, com vitória por incríveis 8 a 2, para avançar à semifinal da competição europeia.

O Bayern agora espera o vencedor do confronto entre Manchester City e Lyon, que acontece neste sábado, às 16h (de Brasília), no Estádio José Alvalade, também em Portugal, onde é disputada a fase final do torneio. A outra semifinal está formada entre RB Leipzg, que passou pelo Atlético de Madri, e Paris Saint-Germain, que despachou a Atalanta.

A imposição do time do técnico Hans-Dieter Flick sobre o de Quique Setién foi poucas vezes vista na história da principal competição de clubes. Müller (duas vezes), Perisic, Gnabry, Kimmich, Lewandowski e Philippe Coutinho (duas vezes) entraram para as páginas mais gloriosas da equipe bávara. Do outro lado, Alaba (contra) e Luis Suárez marcarm para os catalães – Lionel Messi até jogou bem na primeira etapa mas, assim como sua equipe, sumiu na etapa final.

De tamanho nível técnico, o primeiro tempo teve cinco gols, um a cada nove minutos em média. Müller abriu o placar para os alemães logo aos 3 minutos. Três minutos mais tarde, Alaba marcou contra. A partir daí, mesmo com uma bola na trave de Lionel Messi, o Bayern passou a mostrar todo o seu potencial: Perisic (aos 20 minutos), Gnabry (26) e Müller (30) ensaiaram o que se desenhava só um passeio, não uma humilhação por completo, com requintes de crueldade.

Na etapa final, o Barcelona tentou mesmo provar o seu valor. Luis Suárez (11 minutos) até marcou um golaço, se desvencilhando do zagueiro. Mas a noite era do Bayern. Davies fez uma grande jogada na ponta esquerda do campo e cruzou para Kimmich (17) ampliar.

Faltavam três gols ainda: o do Lewandowski (36), artilheiro da competição, que só escorou de cabeça para marcar o seu 14º gol na competição; e o de Philippe Coutinho (40), ex-jogador do Barcelona, que ainda marcou outro (43). Gols para coroar uma atuação pra lá de espetacular, uma humilhação para o time adversário, a pior derrota em sua história no torneio europeu.

O Bayern é o único campeão da Champions entre os cinco que ainda restam na competição. Pelo peso da camisa e pelo goleada histórica apresentada, avança como grande favorito ao título. Já o Barcelona, amarga uma temporada sem títulos.

FONTE: R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com