Polícia Federal deflagra operação para combater contrabando de cigarro

Escrito por
Atualizado: março 15, 2019

A investigação teve início em janeiro de 2018, com a apreensão de um caminhão carregado do produto, avaliado em R$ 2,1 milhões

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (14/3) a Operação Comboio para desarticular organização criminosa especializada no contrabando de cigarros paraguaios. O grupo atuava no Rio Grande do Sul e no Paraná. A ação conta com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.

Ao todo, 60 agentes, entre policiais federais e rodoviários, atuam no cumprimento de 16 mandados de busca e apreensão e nove de prisão preventiva em cinco cidades de três estados: Arroio Trinta, em Santa Catarina, Altônia, no Paraná, e Caxias do Sul, Canoas e Taquara, no Rio Grande do Sul.

A investigação teve início em janeiro de 2018, com a apreensão de um caminhão com cigarros do tipo bitrem – com mais de um compartimento de carga – em Bom Jesus (SC). Na ocasião, foram presas em flagrante oito pessoas. A carga foi avaliada pela Receita Federal em R$ 2,1 milhões.

Segundo as investigações, os integrantes da organização criminosa transportavam regularmente cargas de cigarro contrabandeado escondidas nos caminhões. O grupo levava os produtos do Paraguai até um depósito localizado no Paraná. De lá, eram divididos em outros veículos e distribuídos pelo Rio Grande do Sul e pelo litoral de Santa Catarina. Em diversas ocasiões, o grupo usou caminhões pintados com o emblema do serviço SEDEX, da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, para despistar a fiscalização.

Desde o início da operação, foram presas em flagrante 18 pessoas e apreendidos sete caminhões. Os veículos transportavam quase 2 milhões de maços de cigarros contrabandeados, mercadoria avaliada pela Receita Federal em aproximadamente R$ 10 milhões. Os envolvidos estão sujeitos a indiciamento pelos crimes de contrabando e organização criminosa, cujas penas somadas podem chegar a 13 anos de prisão. (Com informações da Polícia Federal)

FONTE: METROPOLES.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.