Extra

Justiça de Goiás condena João de Deus a 40 anos de prisão

Penas contra o médium acusado pelo estupro de centenas de mulheres na Casa Dom Inácio de Loyola já somam mais de 63 anos de reclusão

O médium João Teixeira de Faria, conhecido popularmente como João de Deus, foi condenado nesta segunda-feira (20) a mais 40 anos de prisão em regime fechado pelos estupros cometidos contra cinco mulheres durante atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia.

A sentença assinada pela juíza Rosângela Rodrigues dos Santos corresponde à terceira condenação contra João de Deus, cujas penas já somam 63 anos e quatro meses de reclusão.

Na dosimetria penal, Rosângela afirma que considerou o atenuante da idade do réu, que está com 77 anos, ao determinar a sentença. Contudo, ela destaca que esse fator foi compensado pelo agravante da violência sexual em razão de seu ofício, sob o argumento de ministério da fé.

João de Deus está preso desde 16 de dezembro de 2018 e responde, ainda, por outros nove crimes sexuais. Em 19 de dezembro do ano passado, ele teve sua primeira condenação penal do tipo, a 19 anos e quatro meses de reclusão por quatro estupros.

Antes, ele já havia sido sentenciado a quatro anos por posse ilegal de arma de fogo. Contra ele, há mais um processo por corrupção e por falsidade ideológica.

FONTE: R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com