Extra

Com Michelle, governo lança programa de arrecadação de doações contra coronavírus

(Brasília - DF, 07/04/2020) Palavras do Ministros da Casa Civil, Braga Netto. Foto: Carolina Antunes/PR

Contribuições poderão ser feitas por pessoas físicas e jurídicas para instituições sem fins lucrativos

O governo federal lançou nesta terça-feira um programa de arrecadação de doações para instituições sem fins lucrativos. Os recursos arrecadados poderão ser utilizações em ações contra os efeitos do novo coronavírus, mas a ação irá continuar após a pandemia. O programa, batizado de Arrecadação Solidária, faz parte do Pátria Voluntária, comandado pela primeira-dama, Michelle Bolsonaro, que participou do lançamento.

A presença do presidente Jair Bolsonaro no evento, realizado no Palácio do Planalto, estava prevista em sua agenda oficial, mas foi cancelada. Mais cedo, Bolsonaro também faltou uma entrevista coletiva sobre o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais.

As doações podem ser feitas por pessoas físicas e jurídicas, na internet , a partir de R$ 30, o valor mínimo. E podem ser realizadas por transferência bancária ou via cartão de crédito. Futuramente, será possível repassar pontos de programas de fidelidade. À Fundação Banco do Brasil caberá operacionalizar depósitos do projeto, cuja prestação de contas estará disponível ao público.

— Diante dessa pandemia, precisamos mais do que nunca de voluntários. Vamos unir a nação em prol dos mais frágeis e vulneráveis. Nossa missão é acolher, ajudar e demonstrar nossa solidariedade, não só durante a crise, mas também fora dela — afirmou Michelle Bolsonaro.

A primeira-dama agradeceu a atuação de profissionais de saúde, entidades religiosas e artistas, além de ONGs e de todos os ministérios.

O Pátria Voluntária é coordenado pela Casa Civil. O titular da pasta, Walter Braga Netto, afirmou que “o Brasil não pode parar”. O governo chegou a preparar uma campanha com esse slogan, mas ela foi impedida pela Justiça.

— Não podemos nos esquecer que somos um povo criativo, solidário e que não desiste nunca. Estamos certos que superamos esse momento com a união e a participação de todos. O Brasil não pode parar.

 

FONTE: O GLOBO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com