Palmeiras tropeça e perde chance de colar no Santos

Escrito por
Atualizado: agosto 12, 2019

Time comandado por Luiz Felipe Scolari empata com o Bahia, no Allianz Parque, e acumula cinco jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro

Palmeiras perdeu a chance de encostar na liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, no Allianz Parque, o time da casa empatou com Bahia, por 2 a 2. Com o resultado, a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari ficou três pontos atrás do Santos (32 a 29). Para piorar, o Alviverde completou cinco jogos sem vitórias na competição (uma derrota e quatro empates).

A partida contra o Bahia marcou a estreia de Luiz Adriano pelo clube do Palestra Itália. Recém-contratado pelo Verdão, o atacante foi escalado no time titular e causou uma boa impressão no retorno ao futebol brasileiro. Já o volante Felipe Melo foi o destaque negativo do Verdão. O camisa 30 foi expulso no primeiro tempo e comprometeu o time.

Sem vencer no Brasileiro desde antes da pausa para a disputa da Copa América, o Palmeiras entrou em campo com a obrigação de conquistar os três pontos. Apoiado pela torcida, o time comandado por Luiz Felipe Scolari foi para cima e abriu o placar aos 12 minutos.  O lateral-esquerdo Moises desviou contra o próprio gol e Dudu empurrou para dentro no rebote do goleiro Douglas: 1 a 0.

Depois do gol, a partida ficou aberta. O Bahia quase empatou com Gilberto. Já o Palmeiras respondeu com Luiz Adriano. Depois, nos acréscimos do primeiro tempo, Felipe Melo acertou o braço no rosto do atacante Lucca e foi expulso.

Aproveitando a vantagem numérica, o Bahia foi para cima no segundo tempo e contou com a ajuda de Diego Barbosa para deixar tudo igual. O lateral-esquerdo colocou a mão na bola dentro da área e o VAR chamou o árbitro para marcar o pênalti. Na cobrança, Gilberto bateu no canto: 1 a 1.

Enquanto a torcida do Bahia presente no estádio ainda comemorava o gol de empate, Dudu voltou a colocar o Palmeiras em vantagem no placar.  Marcos Rocha mandou a bola na área em cobrança de lateral e Dudu testou no gol. O goleiro Douglas defendeu, mas o camisa 7 aproveitou o rebote para fazer o gol.

Repetindo o roteiro do primeiro gol, o Bahia empatou em outra cobrança de pênalti com ajuda do VAR. Dessa vez, Luan fez falta em Arthur Caíke. Na cobrança, Gilberto bateu com categoria, sem chance de defesa: 2 a 2. No fim do jogo, Gregore foi expulso e deixou o Bahia com 10 jogadores em campo.

FICHA TÉCNICA: PALMEIRAS 2 X 2 BAHIA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data: 11/8/2019 – 16h
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)
Árbitro de vídeo: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Público e renda: 34.275 pessoas e R$ 2.160.817,20
Cartões amarelos: Marcos Rocha, Diogo Barbosa, Gustavo Scarpa, Zé Rafael e Dudu e Thiago Santos (PAL); Giovanni, Lucca, Wanderson Gregore 2x(BAH)
Cartões vermelhos: Felipe Melo (PAL) e Gregore (BAH)

GOLS: Dudu 12’/1ºT (1-0), Gilberto 7’/2ºT (1-1), Dudu 12’/2ºT (2-1), Gilberto 39’/2ºT (2-2)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo e Bruno Henrique; Dudu, Gustavo Scarpa e Zé Rafael (Thiago Santos, intervalo); Luiz Adriano (Deyverson, 23’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba (Ezequiel, 42’/2ºT), Lucas Fonseca, Wanderson e Moisés; Gregore, Flávio (Erik Ramires, 33’/2ºT) e Giovanni (Arthur Caíke, intervalo); Élber, Lucca e Gilberto. Técnico: Roger Machado

FONTE: R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.