Esporte

Palmeiras aposta em alimentação para manter psicológico dos atletas

Cartilha, preparada para jogadores seguirem durante a pausa so coronavírus, tem sugestões nutricionais para manter saúde mental no confinamento

O Palmeiras cumpre férias coletivas desde quarta-feira, mas o período de isolamento social, iniciado há três semanas, por conta da pandemia do coronavírus despertou preocupação em relação à condição psicológica dos jogadores. Para manter a motivação e o foco nos trabalhos físicos diários sob a orientação de não sair de casa, há uma cartilha a seguir até na alimentação.

– Há um constante monitoramento dos profissionais do Núcleo de Saúde e Performance, inclusive com acompanhamento nutricional, orientando os atletas a consumirem alimentos que facilitem não só o fortalecimento do sistema imunológico, mas também que dê condição de saúde mental adequada nesse regime de confinamento – explicou o coordenador científico do Verdão, Daniel Gonçalves, para o LANCE!

As exigências diminuíram com o início das férias coletivas, mas, como costuma ocorrer na pausa do futebol, em dezembro, há uma cartilha de recomendações físicas para os atletas. Tanto que os jogadores continuam se exercitando em suas casas e em contato com a comissão técnica. Mais do que minimizar a perda física, o relacionamento é para manter foco e disciplina.

– Inevitavelmente, os atletas perderão condição física, porque não há a especificidade sendo colocada em prática, mesmo sendo um período destinado às atividades físicas. O aspecto de serem treinos individuais, com a ausência de interações, mexe no aspecto motivacional e faz com que o condicionamento se perca – indicou Daniel Gonçalves, explicando a meta principal da cartilha.

– O objetivo é minimizar a perda, e não manter ou aprimorar. No retorno, faremos avaliações individuais, como de praxe em retorno de férias, para conduzir o processo de treinamento – prosseguiu o coordenador científico, ressaltando a rotina antes das férias, iniciadas na quarta-feira, com conversas diárias dos atletas com a comissão técnica.

– O feedback diário é justamente para colocar a melhor carga possível no momento para os atletas. A comunicação constante serve para que os atletas mantenham o foco e a disciplina. E eles são bem conscientes disso, pois são atletas de alto rendimento – enalteceu Daniel Gonçalves.

FONTE: LANCE

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com