Jorge Wilsterman segura o empate em casa e é o próximo rival do Vasco

Escrito por
Atualizado: Fevereiro 9, 2018

Depois de venceram o jogo de ida por 2 a 1, rojos chegam a abrir 2 a 0 em casa, sofrem a igualdade, mas suportam pressão e garantem vaga à próxima fase do torneio continental

O Jorge Wilsterman será o adversário do Vasco na terceira fase da Libertadores. Os rojos seguraram a pressão do Oriente Petrolero e, com o empate por 2 a 2 na noite desta quinta-feira em casa, levaram a melhor no confronto boliviano e asseguraram sua vaga para a próxima fase da competição continental.

Após vencer por 2 a 1 o duelo realizado no reduto do rival, o Wilster teve tudo para obter uma classificação mais tranquila. Abriram 2 a 0 no primeiro tempo e encaminharam o objetivo em Sucre, mas dois gols de El Tanque Freitas na etapa final proporcionaram contornos dramáticos ao embate, pois a virada daria o passaporte aos visitantes.

Por ocupar melhor colocação no ranking da Conmebol, o Wilsterman terá o direito de decidir em casa a vaga para o Grupo 5 (que já tem Cruzeiro, Racing-ARG e Universidad de Chile). O primeiro embate acontecerá na Quarta-Feira de Cinzas, em São Januário.

O brasileiro Serginho foi fundamental para a classificação dos Rojos (Foto: EFE)

O brasileiro Serginho (jogador de 33 anos com passagens por diversos times do interior de São Paulo), abriu a contagem aos 22 minutos para o Jorge Wilsterman. O atacante (que defendeu Guaratinguetá, Mirassol, Mogi Mirim, RB Brasil, Botafogo, Linense e XV de Piracicaba) serviu Alejandro Melean, e os locais aumentaram para 2 a 0.

Nitidamente interessados em administrar a ampla vantagem, os rojos relaxaram após o intervalo. Essa foi a deixa para os Verdolagas partirem para cima em busca da reação. Aos 14 minutos, o uruguaio Maximiliano Freitas diminui a diferença. Quase em seguida, o jogo ficou parado depois que um sinalizador foi jogado atrás do gol defendido por Arnaldo Giménez, goleiro do Wilsterman. Aos 39, El Tanque voltou a marcar e deixou tudo igual no Estádio Olimpico Patria.

Ainda com o tempo para buscar a virada e a consequente classificação, o Oriente Petrolero foi com tudo para cima e pressionou, porém não conseguiu mais superar a defesa contrária, que sustentou o placar e definiu o adversário do Vasco na terceira fase da Copa Libertadores.

FONTE: GLOBOESPORTE.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *