Flamengo supera mês com obstáculos e mira títulos em novembro

Escrito por
Atualizado: novembro 2, 2019

Time passa por cima de maratona, convocações e lesões, chega à decisão da Libertadores e abre vantagem na liderança do Brasileiro. Novembro reserva menos jogos, poucas viagens e… títulos?

Outubro se desenhava um mês complicadíssimo para o Flamengo. Semifinal de Libertadores, quatro jogos como visitante no Brasileirão, datas Fifa… O time de Jorge Jesus, no entanto, passou pelo mês com louvor. Para tirar nota 10, faltou vencer o Goiás nesta quinta – a vitória escapou nos acréscimos. Agora, a equipe espera colher os frutos e mira títulos em novembro.

Foi uma verdadeira maratona. O Flamengo entrou em campo nove vezes em outubro e não perdeu. Foram sete vitórias e dois empates. O saldo é extremamente positivo. No Campeonato Brasileiro, a vantagem na liderança para o Palmeiras, que era de três pontos no início do mês, agora é de oito pontos – chegou a ser de 10. Além disso, o time está de volta à final da Libertadores após 38 anos. Não foram poucos obstáculos.

Maratona em outubro

  • Grêmio 1 x 1 Flamengo – Libertadores
  • Chapecoense 0 x 1 Flamengo – Brasileirão
  • Flamengo 3 x 1 Atlético-MG – Brasileirão
  • Athlético-PR 0 x 2 Flamengo – Brasileirão
  • Fortaleza 1 x 2 Flamengo – Brasileirão
  • Flamengo 2 x 0 Fluminense – Brasileirão
  • Flamengo 5 x 0 Grêmio – Libertadores
  • Flamengo 1 x 0 CSA – Brasileirão
  • Goiás 2 x 2 Flamengo – Brasileirão

O departamento médico teve superlotação em outubro. Foram duas cirurgias: Arrascaeta foi submetido a uma artroscopia de reparo no menisco e no ligamento colateral do joelho esquerdo; Rafinha sofreu uma fratura no rosto.

Além deles, Filipe Luis também sofreu uma lesão ligamentar no joelho esquerdo, Berrío torceu o tornozelo e Lucas Silva sofreu lesão muscular na coxa.

Rafinha, sofreu uma fratura no rosto contra o Athlético-PR, foi operado e reapareceu contra o Grêmio com um capacete de proteção — Foto: BP Filmes

Os titulares Rafinha, Filipe Luis e Arrascaeta foram dúvidas para o jogo de volta contra o Grêmio, mas os três se recuperaram antes do previsto e estiveram em campo no Maracanã. Mérito para o departamento médico, que ainda conseguiu recuperar Diego e Lincoln a tempo de deixá-los à disposição de Jorge Jesus.

Data Fifa

Gabigol em ação no amistoso Brasil x Nigéria. Atacante desfalcou o Flamengo em dois jogos nas datas Fifa, ale´m de outra partida por suspensão — Foto: Pedro Martins / MowaPressGabigol em ação no amistoso Brasil x Nigéria. Atacante desfalcou o Flamengo em dois jogos nas datas Fifa, ale´m de outra partida por suspensão — Foto: Pedro Martins / MowaPress

Gabigol em ação no amistoso Brasil x Nigéria. Atacante desfalcou o Flamengo em dois jogos nas datas Fifa, ale´m de outra partida por suspensão — Foto: Pedro Martins / MowaPress

As convocações em outubro fizeram barulho no Flamengo. Gabigol e Rodrigo Caio foram convocados por Tite para os amistosos contra Senegal e Nigéria e desfalcaram o time em dois jogos. Arrascaeta também foi chamado pelo Uruguai, mas não se apresentou devido à lesão no joelho.

Além deles, Reinier foi convocado para a disputa do Mundial sub-17, o que gerou um impasse entre Flamengo e CBF. Primeiro, houve um acordo para que o jovem se apresentasse uma semana depois. A direção, no entanto, acabou não liberando o jogador para a competição. E Reinier foi importante no período, com gols decisivos contra Atlético-MG e Fortaleza.

Desfalques, desgaste e chance para a garotada

Reinier não foi liberado para o Mundial sub-17 e acabou sendo decisivo contra Atlético-MG e Fortaleza — Foto: Pedro Martins / Azeite RoyalReinier não foi liberado para o Mundial sub-17 e acabou sendo decisivo contra Atlético-MG e Fortaleza — Foto: Pedro Martins / Azeite Royal

Reinier não foi liberado para o Mundial sub-17 e acabou sendo decisivo contra Atlético-MG e Fortaleza — Foto: Pedro Martins / Azeite Royal

Com tantas lesões e convocações, sobraram desfalques no Flamengo. Em outubro, Jorge Jesus ainda perdeu jogadores como Bruno Henrique, Everton Ribeiro, Pablo Marí e Gabigol por cartões. O jeito foi usar a base. Reinier, Lucas Silva e Vitor Gabriel ganharam oportunidades.

Com tantos problemas, ficou quase impossível para Jorge Jesus preservar alguns titulares. Jogadores como Gerson, Willian Arão, Bruno Henrique e Pablo Marí engrenaram na maratona e participaram de quase todos os jogos. Alguns deles, já apresentam sinais claros de desgaste.

Novembro com menos jogos e viagens

Flamengo tem chance de comemorar dois títulos em novembro — Foto: André DurãoFlamengo tem chance de comemorar dois títulos em novembro — Foto: André Durão

Flamengo tem chance de comemorar dois títulos em novembro — Foto: André Durão

Os desafios também são enormes em novembro, mas a logística é um pouco menos desgastante. Ao todo serão sete jogos. Apenas a partida contra o Grêmio (17/11) e a decisão da Libertadores contra o River Plate, no dia 23, em Santiago, serão fora do Rio de Janeiro.

Além de dois jogos a menos do que em outubro e poucas viagens programadas, o Flamengo comemora o fato de Tite não ter convocado nenhum jogador que atua no futebol brasileiro para os amistosos contra Argentina e Coreia do Sul. Arrascaeta foi chamado para a seleção uruguaia, mas o Flamengo tenta a liberação do jogador.

Jogos em novembro

  • Flamengo x Corinthians – Brasileirão, Maracanã (3/11)
  • Botafogo x Flamengo – Brasileirão, Engenhão (7/11)
  • Flamengo x Bahia – Brasileirão, Maracanã (10/11)
  • Flamengo x Vasco – Brasileirão, Maracanã (13/11)
  • Grêmio x Flamengo – Brasileirão, Arena do Grêmio (17/11)
  • Flamengo x River Plate – Libertadores, Santiago (23/11)
  • Flamengo x Ceará – Brasileirão, Maracanã (27/11)

Mês de títulos?

A matemática para conquistar o Campeonato Brasileiro ainda em novembro é simples. O clube precisa abrir 10 pontos de vantagem para o Palmeiras até o jogo contra o Ceará, dia 27, no Maracanã. Hoje, a diferença é de oito pontos. Devido ao maior número de vitórias (21 a 17), é provável que seja possível assegurar o troféu com nove pontos de vantagem no fim do mês. Em dezembro serão três jogos, incluindo a partida contra o próprio Palmeiras, em São Paulo.

Na Libertadores, não há contas. É preciso vencer o River Plate, em jogo único, em Santiago, no dia 23 de novembro.

FONTE: GLOBOESPORTE.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.