Fla campeão pode provocar revolução na seleção de Tite

Escrito por
Atualizado: novembro 25, 2019

Escalação da seleção brasileira teria como base os jogadores e o esquema do Flamengo, saiba qual poderia ser a nova formação

O trabalho de Jorge Jesus na montagem do Flamengo campeão da Libertadores e do Brasileiro acabou se tornando uma sombra para o técnico Tite, da seleção brasileira. Como Jorge Jesus contribuiu para reinventar o Flamengo, o treinador do Brasil tem falado em reinventar a sua equipe.

Às vezes precisamos nos reinventar para podermos reinventar algum método ou conceito. Tite parece se esforçar neste sentido, mas ainda não conseguiu se sentir confortável neste novo universo.

A transformação almejada por Tite deveria passar justamente pelo atual modelo do futebol europeu, baseado em grande parte na forma de jogar do futebol brasileiro entre as décadas de 50 e 90.

Na Europa, há muitas equipes que não têm a necessidade de manter um volante para cuidar essencialmente da marcação. Há jogadores que atuam abertos pelas pontas. Há o revezamento entre meias e atacantes.

Tite busca opções para engrenar

O conceito até lembra o esquema da seleção brasileira de 1958, quando praticamente cinco jogadores, Garrincha, Didi, Vavá, Pelé e Zagallo, este voltando para marcar, sabiam jogar ofensivamente.

Tite poderia começar a refazer algumas de suas estratégias tomando por base o esquema do Flamengo, que reproduziu à sua maneira o que ocorre na Europa. A partir daí, enriqueceria a equipe com alguns craques brasileiros espalhados pelo mundo.

Neste processo de mudança, uma escalação da seleção brasileira, para este momento, bem poderia ser:

Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luís; Fabinho, Gérson e Éverton Ribeiro; Neymar, Gabigol e Bruno Henrique. Com Rodrygo, que desponta no Real Madrid, e Éverton Cebolinha, como excelentes opções.

 

FONTE: R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.