Esporte

Corinthians monitora Renato Augusto e Paulinho

Duílio Monteiro Alves, porém, entende que é muito difícil conseguir repatriá-los agora

 

Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do Corinthians, falou sobre a possibilidade de repatriar nomes como os de Renato Augusto e Paulinho ainda nesta temporada.

Os dois estão no futebol chinês e têm encontrado problemas para trabalhar por conta da epidemia do coronavírus, que se espalhou pela China e por outras partes do mundo.

Ídolo do Corinthians, o volante Paulinho tem treinado no CT Joaquim Grava para manter a forma enquanto o Campeonato Chinês está paralisado. O jogador tem contrato com o Guangzhou Evergrande até o final de 2023. Neste caso, a possibilidade seria de um empréstimo.

O campeonato está oficialmente parado na China até março, mas o prazo pode se estender caso a epidemia não esteja totalmente controlada no país.

– Estamos acompanhando a situação do coronavírus na China. Não só os dois, mas qualquer outro atleta brasileiro que esteja jogando na China ou não brasileiro, também. Estão fora do país por conta da epidemia. A gente acompanha de longe. O que está paralisado é o Campeonato Chinês, mas existe a Liga dos Campeões da Ásia – disse Duílio ao GloboEsporte.com.

– Paulinho é um amigo, o conheci em 2010, quando veio para o Corinthians, trabalhamos juntos até 2014. Depois disso, nos falamos quase que semanalmente. Muito bom revê-lo. Já tinha ido nos visitar, almoçou lá conosco. Começou a treinar lá enquanto o campeonato está parado – completou.

Enquanto não avança por Paulinho, o Corinthians tem negociações avançadas com outro volante. Éderson, que recentemente deixou o Cruzeiro após um acordo extrajudicial, está próximo de fechar com o Timão.

O caso de Renato Augusto é parecido. O jogador tem contrato com o Beijing Guoan até o fim de 2021. Seu time fez a pré-temporada na Espanha e, assim como os demais clubes chineses, disputará os três primeiros jogos da Liga dos Campeões da Ásia fora de casa, jogando longe da China ao menos até abril.

– Foi falado muito em Renato Augusto pelos torcedores. Ele jogou aqui. E é também a mesma situação. Está em campo pela Liga dos Campeões da Ásia e, por isso, a gente não vê possibilidade hoje. Estamos de olho, atentos ao mercado. Se existir alguma possibilidade de que o campeonato lá não volte, a gente vai trabalhar para tentar ter reforços – disse o diretor.

– Hoje, acho praticamente impossível por existir outras competições e eles estarem jogando. Salário que eles ganham, valores muito altos. Não teria viabilidade a não ser que o campeonato fosse paralisado durante todo o ano – completou o dirigente.

Ainda durante essa semana, uma nova data para o início do Campeonato Chinês deve ser divulgada.

A estimativa é que o campeonato retorne no fim do primeiro semestre ou só depois de junho. Os times chineses, porém, não devem liberar os estrangeiros tão facilmente.

Principalmente os que estão disputando a Liga dos Campeões porque, caso abram mão dos jogadores estrangeiros, não poderão inscrever outros estrangeiros para substitui-los, pois o prazo já terminou.

FONTE: GLOBOESPORTE.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com